Capoeiristas celebram Dia Municipal da Capoeira no parque Halfeld

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
30/09/2014

Dia Municipal da Capoeira em JF

"Eu era muito levado, hoje sou tranquilo e amo a capoeira", assim o integrante do Curumim Santa Maria, Kelverson Souza, 13 anos, define sua trajetória no grupo. Em rodas de capoeira, maculelê e samba, os amantes da luta celebraram o seu dia municipal nesta terça-feira, 30 de setembro, no Parque Halfeld. Dois grupos chamaram a atenção do público que passava pelo local: dos Curumim da Vila Olavo Costa e o Curumim Santa Maria, localizado no bairro Jóquei Clube.

A educadora do Curumim Santa Maria, Silvia Campos relata que a experiência de trazer essas crianças até o Centro e permitir a interação com outro grupo é um exemplo de socialização. "Este trabalho permite à sociedade conhecer o nosso trabalho além de divulgarmos a capoeira. É uma aula de cultura este momento."

Esse é o terceiro ano que o evento é promovido. Segundo os organizadores, a atividade representa mais que um encontro entre grupos, mas a harmonia e o conhecimento que proporciona aos participantes, além de estimular a cultura da cidade com intervenções. "A cada ano mais pessoas participam e a capoeira torna peça fundamental na educação desde as crianças até os jovens. Aliamos o lúdico à disciplina" garante a coordenadora executiva do serviço de Convivência e Fortalecimento e Vínculo da AMAC, Lúcia Oliveira

Além da roda de capoeira, primeiro ritual a ser apresentado, foi feito o maculelê -dança desenvolvida com  dois pedaços de pau, finalizando com a roda de samba. Estabelecido por lei municipal, o Dia Municipal da Capoeira é celebrado anualmente em 30 de setembro, data que marca a fundação da Associação Capoeira do Bonfim, primeiro grupo organizado da atividade em Juiz de Fora.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.