• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Quarta-feira, 23 de março de 2016, atualizada às 17h25

    Maria-Fumaça terá horário extra na Semana Santa

    foto

    Para atender a demanda dos turistas, a Maria-Fumaça que circula entre Tiradentes e São João del-Rei ganhará novos horários durante a Semana Santa. O trem proporciona um passeio imperdível para quem deseja aproveitar os dias de folga, viajando pela história e cultura de Minas Gerais.

    As tarifas do passeio custam R$ 50 somente ida e R$ 60 para ida e volta. Estudantes, crianças de 6 a 12 anos e adultos com mais 60 anos têm direito à meia-entrada.

    A Maria-Fumaça é uma das poucas locomotivas a vapor no mundo que ainda rodam em bitola de 76 cm. No passeio de 12 quilômetros, a composição, com capacidade para transportar até 280 passageiros, passa pela antiga Estrada de Ferro Oeste de Minas (EFOM). Cada percurso dura cerca de 50 minutos.

    Fora do feriado, a locomotiva tem rodas, normalmente, nas sextas-feiras, sábados e domingos. Desde 2001, a Ferrovia Centro Atlântica (FCA) é responsável pela manutenção e operação das estações de São João del-Rei e Tiradentes. Somente no ano passado, mais de 135 mil pessoas visitaram a estrutura histórica.

    Quinta – 24/03

    São João del-Rei: 10h e 13h

    Tiradentes: 11h e 14h

    Sexta – 25/03

    São João del-Rei: 10h, 12h, 14h e 16h

    Tiradentes: 11h, 13h, 15h e 17h

    Sábado – 26/03

    São João del-Rei: 10h, 12h, 14h e 16h

    Tiradentes: 11h, 13h, 15h e 17h

    Domingo – 27/03

    São João del-Rei: 10h e 13h
    Tiradentes: 11h e 14h

    História

    A rota foi inaugurada em 1881 por D. Pedro II, cruzando rios, montanhas e estações que preservam a arquitetura do século XIX. No trajeto é possível avistar belas paisagens, como o Rio das Mortes e a Serra de São José, área de preservação ambiental também conhecida como Serra de Tiradentes.

    A estação de São João del-Rei é uma atração à parte. No prédio, também construído no século XIX, funciona o Museu Ferroviário inaugurado em 1981, ano do centenário da Estrada de Ferro Oeste de Minas. O acervo reúne objetos que contam a história da ferrovia no Brasil e na região, como a EFOM nº 1, a primeira locomotiva da ferrovia. Pela riqueza de materiais, o Complexo Ferroviário da Estrada de Ferro Oeste de Minas é um dos maiores do Brasil.

    Com informações da Assessoria

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.