Segunda-feira, 5 de dezembro de 2016, atualizada às 13h50

Festival Primeiro Plano divulga ganhadores da 15ª edição

Da redação

Os melhores curtas-metragens da 15ª edição do Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades foram premiados na noite do último sábado, 3 de dezembro, no Cinearte Palace, local onde foram exibidas mais de 28 horas de filmes ao longo da semana, dentro da programação do festival.

O prêmio de melhor curta foi para “Quem matou Eloá?”, de Lívia Perez. O documentário faz uma reflexão sobre a cobertura jornalística do caso Eloá Pimentel, de 15 anos, que foi sequestrada e morta por seu ex-namorado, Lindemberg Alves, em 2009, em São Paulo.

“Quem matou Eloá?” traz uma análise crítica sobre a espetacularização da violência e a abordagem da mídia televisiva nos casos de violência contra a mulher, revelando um dos motivos pelo qual o Brasil é o quinto num ranking de países que mais matam mulheres. O curta de 24 minutos também levou os prêmios de melhor roteiro, melhor montagem e ainda conquistou o melhor primeiro plano.

Ainda na Mostra Competitiva Mercocidades, que reúne produções brasileiras e de países da América do Sul, o curta “O chá do general”, de Bob Yang, venceu entre o Júri Jovem. No Júri Popular, o vencedor foi “Um brinde”, de João Vigo.

Já na Mostra Regional - competição entre as produções de Juiz de Fora e da Zona da Mata -, o público escolheu “Feminino”, de Carolina Queiroz, como melhor curta. A produção de Juiz de Fora também conquistou o Prêmio Luzes da Cidade e menção honrosa do júri do Prêmio Incentivo Primeiro Plano.

O Incentivo Primeiro Plano premia com R$ 7 mil um diretor para que ele possa produzir um novo curta-metragem na edição seguinte. Nesta edição, quem levou o prêmio foi Ana Cláudia Ferreira, diretora de “A menina que colecionava estrelas”. Além do dinheiro, ela receberá todo o apoio do Luzes da Cidade para realizar um novo curta, que será exibido ao público no próximo ano.

Vencedores

Mostra Competitiva Mercocidades

Melhor Filme: Quem matou Eloá?, de Lívia Perez
Melhor Direção: Elena Sassi, por As três
Melhor Roteiro: Lívia Perez, por Quem matou Eloá?
Melhor Concepção Fotográfica: Hassan Shahateet , por O chá do general
Melhor Concepção Sonora: Iago Cordeiro Ribeiro, por Obra autorizada
Melhor Montagem: Lívia Perez e Cristina Müller, por Quem matou Eloá?
Melhor Direção de Arte: Manoela Clemente , por O chá do general
Melhor Trilha Musical: Susy Shock, por Deconstrução. Crónicas de Susy Shock
Melhor Ator: Ivson Rainero, por Um brinde
Melhor Atriz: Marcélia Cartaxo, por Maria
Melhor Primeiro Plano: Quem matou Eloá?, de Lívia Perez
Menção honrosa: Lembranças do fim dos tempos, de Rafael Câmara

Júri Jovem
Vencedor: O chá do general, de Bob Yang
Menções honrosas:
Maria, de Carol Correia
Cão da estrada, de Erick Martorelli
Não é pressa, é saudade, de Camilla Shinoda

Júri Infantil
Coisa-Malu, de Paula Cintra Ferreira e Tobias Rezende

Júri Popular
Voto do Público Mostra Competitiva Mercocidades: Um brinde, de João Vigo
Voto do Público Mostra Competitiva Regional: Feminino, de Carolina Queiroz

Mostra Competitiva Regional

Incentivo Primeiro Plano: A menina que colecionava estrelas, de Ana Cláudia Ferreira
Menções honrosas:
Feminino, de Carolina Queiroz
Hoje é domingo e tem tanta estrela por aí, de Daniel Madão e Thiago Lopes
A fita, de Lucian Fernandes e Thaíz Araújo

Prêmio Luzes da Cidade
Feminino, de Carolina Queiroz
Menção honrosa:
O vazio que vem da gente, de Caio Deziderio, Luana Souza, Monique Oliveira e Vinícius Martins

Prêmio José Sette: B, de Giovanni Viruez

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.