Segunda-feira, 23 de outubro de 2017, atualizada às 18h04

Curta-metragem Móbile Haikai é lançado no Festival Primeiro Plano

Da redação

O curta-metragem Móbile Haikai, da diretora Lilian Werneck, está entre as estreias programadas para o “Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades”, que começa nesta segunda-feira, 23 de outubro, e vai até dia 28 de outubro. Realizado com patrocínio da Lei Murilo Mendes de Incentivo à Cultura, mantida pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e gerenciada pela Funalfa, o filme será exibido em duas sessões gratuitas: na quarta-feira, 25, às 10h, na Câmara Municipal de Juiz de Fora, na rua Halfeld, 955, Centro; e no sábado, 28, às 15h, no Cinemas Alameda, na rua Morais e Castro, 300, Passos.

A sessão programada para a Câmara terá audiodescrição e legenda para surdos e ensurdecidos. Em seguida, haverá mesa-redonda sobre o tema “Acessibilidade no Audiovisual”.

O filme conta a história de amor entre duas mulheres. Maria Clara é surda. Olívia é deficiente visual. A paixão entre elas extrapola os limites da linguagem: se realiza no toque, na entrega, no ser. “Quando se tocam, se sentem, tornam possível uma comunicação que não pode ser medida. Apenas vivida. Elas dialogam em uma nova linguagem, a do ser. E criam um movimento inspirador onde o amor flui e vence”, diz a diretora.

Com classificação indicativa de 14 anos, o drama é o segundo filme de uma trilogia que discute o amor entre mulheres. O primeiro da série - “Móbile Admiração” - foi produzido em 2008 e mostra a relação de uma pintora e uma atriz, que precisam escolher entre o amor e a arte.

A produção é fruto de uma parceria entre as produtoras Mob Produção, ParaRaio Filmes, Impülso.Hub e Corpo Coletivo.


Com informações da Funalfa

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.