• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Quarta-feira, 18 de julho de 2018, atualizada às 17h53

    Thiago Miranda e Sandra Portella indicados a melhores cantores em prêmio nacional

    Da redação

    O cantor e compositor juiz-forano Thiago Miranda foi indicado, na terça-feira, 17 de julho, ao ´Prêmio da Música Brasileira`, promovido pela Petrobrás, que busca reconhecer e valorizar a música nacional e seus talentos. Thiago concorre na categoria ´Melhor Cantor de Samba`, ao lado de Criolo e Diogo Nogueira, com seu recém-lançado CD ´Samba Para Elas`, viabilizado pela Lei de Incentivo à Cultura ´Murilo Mendes`, mantida pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), através da Fundação Cultural ´Alfredo Ferreira Lage` (Funalfa).

    Este é o segundo disco do cantor, financiado pela Lei. Com 13 faixas, sendo dez inéditas, aborda o universo feminino e mulheres inspiradoras, exaltadas por meio de personagens reais e fictícias. "Para mim, estar disputando essa categoria no meio desses dois cantores, sem ter história na mídia e sendo independente, é honra sem tamanho", destacou Miranda.

    Essa não é sua primeira passagem pelo prêmio. Presente no cenário musical desde 2004, o compositor já havia participado três vezes do concurso ´Vale Cantar` (que se apresentava como categoria do ´Prêmio da Música Brasileira`) e, em 2015, seu disco de estreia ´Músicas e Palavras`, também financiado pela Lei, foi pré-selecionado na categoria ´MPB` (Música Popular Brasileira), mas não chegou a ser indicado. Além disto, entre suas variadas experiências musicais destacam-se participações em festivais de música, shows de abertura e fechamento de shows, como de Mart`nália, Roberta Sá, Casuarina e Mulheres de Chico, entre outros.

    Sandra Portella indicada melhor cantora

    A sambista Sandra Portella também foi indicada ao´Prêmio da Música Brasileira`e concorre ao lado de grandes nomes do samba, como Leci Brandão e Ana Costa, na categoria ´melhor cantora`. Considerada um dos grandes talentos do grupo de sambistas de Juiz de Fora, Sandra iniciou sua carreira no Grêmio Recreativo Escola de Samba Juventude Imperial, na Vila Furtado de Menezes, onde foi criada por seus pais, que também tinham na veia a arte musical. Ambos eram compositores e intérpretes, defendendo enredos consagrados da Imperatriz Leopoldinense (Rio de Janeiro) e da ´própria Juventude Imperial (Juiz de Fora). Portella cantava em rodas de samba familiares, além de atuar em igrejas e reuniões particulares. Assim como Thiago, lançou o CD ´Samba no Morro` por meio da Lei ´Murilo Mendes`.

    O prêmio

    Idealizado em 1987, por José Maurício Machline, chega nesse ano à sua 29ª edição. A cerimônia, que acontecerá em 15 de agosto, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, poderá ser acompanhada na íntegra, e ao vivo, através do Canal Brasil, ou pela página no youtube do ´Prêmio da Música Brasileira`.


    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.