Quarta-feira, 9 de janeiro de 2019, atualizada às 17h12

Prefeitura de Viçosa não promoverá Carnaval devido crise financeira

Da redação

A programação oficial do Carnaval de Viçosa não será realizado este ano. Segundo a Prefeitura da cidade, a decisão foi em decorrência da situação financeira que atinge os municípios mineiros resultante da falta de repasses pelo Governo de Minas da gestão passada e atual, até o momento.

Mesmo sem o Carnaval oficial, alguns blocos tradicionais da cidade prometem fazer normalmente o desfile no período da Festa do Momo.

Em virtude da dívida do Estado com a Prefeitura de Viçosa, que já ultrapassam o montante de R$ 23 milhões, o prefeito, Ângelo Chequer, assinou, em 31 de outubro do ano passado, o Decreto nº 5254/2018, que declarou Estado de Emergência Financeira, pelo prazo de 120 dias, estabelecendo limites de despesas e suspendendo algumas atividades que poderiam onerar os cofres públicos.

O prazo encerrar-se exatamente no carnaval. “Estamos cumprindo com muito sacrifício os nossos compromissos com os fornecedores, dando continuidade a várias obras e mantendo os salários dos servidores em dia, Inclusive com o pagamento do décimo terceiro em dezembro. Apesar da nossa vontade em promover a festa, não será sensato contrair novas despesas neste momento de crise”, disse o prefeito.

O Superintendente de Gestão Pública e Governança, Luciano Piovesan Leme, afirmou que neste mês de Janeiro/19 está sendo realizado um levantamento dos débitos existentes e a previsão de arrecadação do Executivo, bem como das obras que estão em andamento e que demandam aporte de recursos próprios, além de serviços essenciais como saúde, educação, saneamento básico e outros: “com base nestes levantamentos atualizados iremos definir as prioridades e consequentemente fazer um balanço para analisar a prorrogação ou não do Decreto de Estado de Emergência Financeira”, afirma o superintendente.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.