• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Quinta-feira, 14 de março de 2019, atualizada às 18h33

    Ícaro Renault, de 15 anos, lança livro de poesia neste sábado

    Angeliza Lopes
    Repórter

    O estudante Ícaro Renault, de apenas 15 anos, tenta angariar recursos para representar em maio a poesia juiz-forana na Copa do Mundo de Slam no continente europeu, na França. Vencedor do Slam Interescolar Nacional, o garoto fala em seus versos de assuntos pulsantes e engajados que saltam das lutas das minorias até a ditadura militar no Brasil. Todos seus poemas vencedores de batalhas foram reunidos no livro 'Sonho e Luta' que será lançado neste sábado, 16 de março, de 13h às 19h, no Bar da Fábrica, na Praça Antônio Carlos. A obra será vendida por R$ 15.

    De fala rápida, é possível imaginar como efervescem as ideias de Ícaro que tiveram o curso certo por estímulo do professor de redação Sandro Mendes, quando tinha 12 anos. “Meu professor me convenceu a participar de um concurso de poesia dentro do colégio onde estudo. O tema era Liberdade. Acabei gostando e ganhei minha primeira disputa. Daí começou a minha paixão”. Ele recorda que foi convidado pelo presidente da Confraria dos Poetas a organizar um evento novo em Juiz de Fora, que era o Slam Poético. “A competição acontece há 30 anos no mundo todo e teve sua primeira edição aqui em 2017”, explica.

    Em 2018, o poeta começou a disputar as batalhas interescolares. Da seleção dentro da escola, disputou a edição Estadual, que ocorreu no município, competindo com outros poetas juvenis de Belo Horizonte, Juiz de Fora e Uberaba. Logo depois, na capital mineira, declamou seus versos pelo Slam Interescolar Nacional, disputando com representantes de São Paulo e Espírito Santo, conquistando, novamente, a primeira colocação.

    Depois da trajetória vitoriosa, Ícaro pretende ir além, recitando nos palcos europeus, em maio. “Vou como convidado, pois quem representa o Brasil é o ganhador do Slam nacional geral. Eu disputei a categoria juvenil. Já consegui traduzir o poema que vou recitar com outro recurso. Agora, com a venda deste livro, que teve apoio da Laura Conceição, que fez diagramação, e outras marcas - Cabral, Bar da Fábrica e Palheri, vou tentar o dinheiro para passagem e despesas", completa.

    Se Liberdade era o tema da primeira poesia de Ícaro, as discussões em relação a este estado dentro das minorias tomou a forma das suas novas estrofes. “Minha poesia fica mais engajada para o meio político ao falar sobre questões e lutas das minorias. Não estou à margem da sociedade, por ser branco, hétero, de classe média e homem, por isso vejo como importante não tomar o lugar de fala, pois não sofro o racismo ou preconceito, mas posso apoiar a luta”.  

    Ícaro diz que possui influências literárias -  Paulo Leminski, Vinícius de Moraes e Maiakovski; e de pessoas, que são seus pais e irmã. Para a criação dos poemas que recita e escreve, o estudante diz que se inspira na juiz-forana Laura Conceição e João Paiva, campeão nacional no Slam.

    Um dos seus poemas, recitado no Slam Interescolar de Minas Gerais, teve como tema "Mortos da Ditadura Militar". Com inspiração dentro de casa, já que a mãe de Ícaro é professora de história, o jovem poeta traz nomes e relatos que ainda estão vivos nas lembranças dos brasileiros. “Temos provas e documentos, mas muitas histórias ainda não foram bem contadas. Falo sobre o corpo de Stuat Angel que até hoje não foi encontrado e Carlos Marighella, além de vários mortos como Edson Luís de Lima que resultou na Passeata dos Cem Mil”. Ele reforça que a intenção é mostrar de uma forma diferente a história para jovens da sua idade. “Estamos em um processo de mudança no sistema de educação e o Slam é um novo jeito de aprender.

    Slam

    Slam é uma competição poética com oito participantes, no mínimo, e 20 no máximo, que declamarão poesias autorais com tempo máximo de três minutos, usando apenas a fala e o corpo para se expressarem. Para participar, não há limite de idade, sendo selecionados cinco para a semifinal e três para a disputa do vencedor. “O Slam é uma forma de expressar nossa arte, ouvir e aprender”, completa Ícaro.

    Lançamento do livro

    No sábado, 16, durante o evento de lançamento do livro, haverá programação cultural no Bar da Fábrica, com shows do Luizinho Lopes e banda Boca Suja, e intervenções poéticas com Laura Conceição, Sararau Crioulos, Duda Masiero e Igor Gervason. A entrada será R$ 10.

    Além do evento, o livro também poderá ser comprado pelas redes sociais do Ícaro no Instagram e Facebook.

    Os apoiadores ainda poderão ajudar com valores em dinheiro pelo link na plataforma online de arrecadação coletiva.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.