Segunda-feira, 20 de maio de 2019, atualizada às 14h54

Nova etapa de obras deve garantir 85% do restauro da Villa Ferreira Lage

Da redação

A Villa Ferreira Lage, um dos prédios históricos que compõem o conjunto paisagístico e arquitetônico da Fundação Museu Mariano Procópio, vai receber mais uma etapa de obras de restauro. A iniciativa tem patrocínio da MRS Logística S/A, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Serão restaurados diversos ambientes, como as salas de música, de visitas, torreão, além dos condutores de águas pluviais, garantindo a conclusão de, aproximadamente, 85% da obra. O início das atividades deve ocorrer nas próximas semanas, e a empresa responsável tem prazo estimado de quatro meses para a entrega do serviço.

O “Castelinho”, como também é conhecida a edificação, fica no alto da colina da propriedade do comendador Mariano Procópio, onde se situa o Museu, chamando atenção até hoje. A construção palaciana, em estilo renascentista, da “Chácara dos Ferreira Lage”, destinada ao veraneio da família, foi finalizada em 1863. Embora tenha sido construída com a finalidade de hospedar a Família Imperial em sua primeira visita à cidade, não ficou pronta para a ocasião, contudo, recebeu a comitiva de Dom Pedro II posteriormente. Entre as curiosidades, está o fato de os tijolos utilizados em toda a estrutura terem vindo da olaria da Companhia União e Indústria, empresa responsável pela construção da estrada com o mesmo nome, que ligou Juiz de Fora a Petrópolis.


Com informações do Museu Mariano Procópio

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.