• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Segunda-feira, 22 de julho de 2019, atualizada às 9h20

    Trio Villani faz concerto no Teatro Paschoal Carlos Magno

    Da redação


    O concerto do Trio Villani – formado por João Carlos Ferreira (viola), Jovana Trifunovic (violino) e Eduardo Swerts (cello) – é a atração do 30º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Musica Antiga desta segunda-feira, 22 de julho, no no Teatro Paschoal Carlos Magno. O grupo investe em composições que exploram as características dessa formação, a começar por uma obra chave do repertório para trio de cordas: a Serenata em Dó Maior de Dohnányi.

    Segundo João Carlos Ferreira, Dohnányi é um compositor de imaginação fértil que sabe transportar os ouvintes para os seus locais sonoros. A importância de sua obra está no fato de que trio de cordas era uma formação que não tinha alcançado relevância desde os trios de Beethoven: “Alguns compositores passaram pela formação nesse período, mas não houve uma grande obra até o momento em que Dohnányi se baseia mesmo em uma forma de Beethoven para criar sua bela Serenata”, explica Ferreira.

    Na sequência do programa, os instrumentistas convidados Cássia Lima (flauta) e Marcus Julius Lander (clarinete) se unem ao trio para a interpretação de uma composição de autoria de João Carlos Ferreira. Poética é baseada na poesia de Vinicius de Moraes e busca unir universos musicais distintos, como a música de concerto e as trilhas sonoras. “Nesse período composicional, optei por trilhar um ambiente sonoro que buscasse unir diferentes vertentes com as quais lidamos no dia a dia. Sem optar por uma música popular, tentei fazer um apanhado que não fosse mera reprodução”, antecipa o autor.

    Experimentações de diálogos musicais como esse vencem fronteiras de gêneros e assim ampliam o repertório musical do público. Para João Carlos Ferreira, o público precisa ser apresentado a todas as formas de repertório cultural e por isso todos os movimentos nesse sentido são válidos. “Não pretendi criar um caminho padrão para que eu possa seguir, até porque acho que estou novo para compor sempre dentro de parâmetros estabelecidos. Mas a decisão de investir em buscar o novo, que é o fazer artístico, me motiva e acompanha na vida”, afirma o compositor.

    No encerramento do concerto, o trio conta com as participações de Marcus Julius Lander (clarinete) e Joanna Bello (violino) para o grande Quinteto para Clarinete e Cordas de J. Brahms, considerado um dos grandes pilares do repertório de música de câmara.

    A apresentação marca o retorno do Trio Villani a Juiz de Fora, onde o grupo esteve pela última vez em setembro de 2016, quando do lançamento do CD Três Tons Brasileiros na cidade. O Trio Villani homenageia o professor Edmundo Villani-Côrtes por sua obra e importância para a música brasileira.

    Serviço

    30º Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga – Trio Villani e Convidados

    Dia 22, às 20h, no Teatro Paschoal Carlos Magno (Rua Gilberto de Alencar, 97 – Centro, Juiz de Fora, MG)

    Entrada franca (Os convites serão distribuídos no Centro Cultural Pró-Música no dia da apresentação, das 8h às 18h. Máximo de quatro convites por pessoa)

    Todos os concertos noturnos serão precedidos de palestras ministradas pelo Prof. Rodolfo Valverde (UFJF), com início às 19h, nos mesmos locais das apresentações.

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.