• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Vinícius Nallon narra sua trajetória do interior de Minas para os palcos do Brasil

    Jorge Júnior
    Editor
    5/10/2019

    "Imagine uma nova história para sua vida e acredite nela", essa frase clássica do escritor Paulo Coelho, condiz com a história do músico Vinícius Nallon de Mendonça, que saiu do interior de Minas Gerais, para ganhar os palcos do Brasil.

    Hoje, sábado, 5 de outubro, ele se apresenta no Palco Sunset, do Rock in Rio, junto com o cantor Projota.

    Conforme o artista, o interesse pela música vem de berço. "Meus pais falam que desde pequeno eu já batia o pezinho e dançava em frente ao espelho. Segundo minha mãe, algumas canções específicas chamavam mais a minha atenção. Quando ganhei um violão de plástico da minha avó, eu fiquei ainda mais incentivado a brincar, no que hoje se tornou a minha profissão".

    Segundo o artista, ele viveu parte da infância no pacato distrito de Roça Grande. "Meu pai sempre gostou de música e tinha um violão. Eu tocava, mas quando nos mudamos para São João, aos 13 anos, tive contato com a guitarra, teoria musical, além de poder produzir, sem ter o discernimento de que seria um produtor. Eu adorava criar meus solos e mudar os arranjos, por isso, com 14 anos montei minha primeira banda", lembra.

    Radicado em São Paulo desde 2006, o mineiro estudou com professores renomados como: Mozart Mello, Michel Leme e Álvaro Gonçalves. "Fazem 13 anos que estou em São Paulo. Consegui uma bolsa para estudar no Instituto de Guitarra e Tecnologia. Convivi com os melhores professores do país e realmente era tudo o que eu queria. Na primeira oportunidade que tive de sair do interior, não pensei duas vezes. É muito desafiador sair da zona de conforto, nem todas as pessoas estão preparadas para isso, mas temos que ir em busca dos nossos sonhos".

    Questionado sobre suas influências, ele revela seu gosto eclético. "Gosto muito de Iron Maiden (Heavy-Metal), mas a minha maior influência é, sem dúvidas, a música mineira. É de onde vem toda a minha essência. Curto Clube da Esquina e Flávio Venturini - meu maior ídolo".

    Durante sua trajetória nos palcos, Vini Nallon integrou à banda da casa do Amaury Jr. (Club A), tocou em temporadas de cruzeiros e dividiu palco com grandes nomes da música sertaneja e da MPB. "Tive a oportunidade de gravar com vários artistas da minha cidade e região, como: Emmerson Nogueira, Ricardo Itaborahy, Dudu Lima, entre outros".

    Na produção, o músico atuou, também, ao lado de Milton Nascimento, Edson e Hudson, Chitãozinho e Xororó, Paula Fernandes, Alexandre Pires, Anitta e Di Ferrero, com quem também assina a composição "Seus Sinais", que intitula seu primeiro álbum solo.

                   

    Em seu extenso currículo destacam-se as trilhas gravadas para TV Record, além de participação no BBB 2017, Domingão do Faustão, Caldeirão do Huck, Altas Horas, Rodrigo Faro, Legendários, Versões (Canal Bis) e  Agora é com o Datena.  Atualmente, Vini Nallon acompanha o rapper Projota, Di Ferrero, João e Mateus e Cristiano e é proprietário do Estúdio do Vini. "No mercado musical é preciso muita paciência para lidar com às adversidades. Eu passei muita dificuldade em São Paulo, mas tem que ter amor e acreditar, ser corajoso e assumir uma identidade musical, respeitando a essência de cada artista e de cada mercado".

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.