• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Quarta-feira, 13 de novembro de 2019, atualizada às 10h

    Grupo Divulgação será reconhecido como bem imaterial de Juiz de Fora

    Da redação

    O Grupo Divulgação será registrado como bem cultural de natureza imaterial de Juiz de Fora. O decreto será assinado pelo prefeito Antônio Almas, em cerimônia nesta quinta-feira, 14 de novembro, às 19h, no Teatro Paschoal Carlos Magno (Rua Gilberto de Alencar, 888 - Centro). Em seguida, o grupo estreia seu novo espetáculo adulto, Sementes de Paixão, com texto e direção de José Luiz Ribeiro. A programação tem entrada franca, com distribuição de convites a partir das 18h, sendo parte do Pólen – Movimento de Intercâmbio Cultural, promovido pela Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa).

    O Grupo Divulgação foi criado em 1966, e, graças a um trabalho consistente e ininterrupto, tornou-se reconhecido nacionalmente pela posição ideológica e pelo compromisso com a educação através do teatro. Há mais de 50 anos em atuação, configura-se como importante legado para a comunidade. O diretor-geral da Funalfa, Zezinho Mancini, defende o reconhecimento do grupo como bem imaterial, destacando que ele apresenta ao público desde os maiores clássicos universais do teatro até produções próprias, que dizem muito sobre Juiz de Fora e sua gente.

    Zezinho aponta o trabalho do diretor do grupo, José Luiz Ribeiro, como fundamental para a trajetória do Divulgação. “Mesmo tendo em sua mesa convites irrecusáveis, como o de dirigir a escola de teatro do Palácio das Artes, em Belo Horizonte, Zé Luiz escolheu conscientemente permanecer em Juiz de Fora, optando também por levar seu grupo e nossa cultura para todo o país. O Divulgação coloca nossa cidade no centro das principais narrativas dramatúrgicas da história. ‘A Casa de Bernarda Alba’, ‘As Criadas’, ‘Seis Personagens à Procura de um Autor’, ‘O Burguês Fidalgo’, ‘Édipo Rei’ e ‘O Círculo de Giz Caucasiano’ são apenas alguns exemplos de textos montados à exaustão ao redor do mundo e que tiveram suas versões contempladas pelo nosso típico sotaque mineiro. Essas e outras montagens percorreram importantes festivais e criaram, por todo o país, uma ótima imagem para o teatro juiz-forano”.

    O Divulgação torna-se o nono bem imaterial de Juiz de Fora, que também registrou: o Apito do Meio-dia, a Banda Daki, o Batuque Afro-Brasileiro de Nélson Silva, o Concurso Miss Brasil Gay, o Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga, o Pão Alemão, a valsa “Oh! Minas Gerais” e a Festa Alemã.

    Espetáculo

    A nova montagem do Divulgação conta a história de Paschoal Carlos Magno, dramaturgo que dá nome à casa de espetáculos mantida pela Funalfa e inaugurada em 2018. “Sementes de Paixão” transporta o espectador para o Rio de Janeiro do começo do século 20, uma sociedade marcada por divisão de classes, favelização e marginalização do artista. No palco, José Luiz Ribeiro interpreta Nicola, e Márcia Falabella vive Filomenta, pai e mãe de Paschoal. O elenco tem ainda: Alícia Bretas, Anna Carolina Chrispim, Diego Corrêa, Dowglas Mota, Franklin Ribeiro, Geovana Santiago, Igor Santos, Isabela Barros, Lucas Barbosa, Paula Landim, Pedro Moysés, Renan Sousa, Rodrigo Julião e Victor Dousseau.

    O festival Pólen segue até esse domingo, 17, oferecendo eventos nos mais diversos segmentos culturais, com atrações para todos os gostos e idades. A programação completa pode ser conferida no site polen.funalfa.com.br.


    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.