• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Sexta-feira, 10 de janeiro de 2020, atualizada às 16h36

    Funalfa inicia cadastramento de atividades carnavalescas e mantém plantão neste sábado

    Da redação

    A Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa) abriu o período de cadastramento de blocos e demais atividades carnavalescas que integrarão a programação oficial do Carnaval de Juiz de Fora, no período de 7 a 25 de fevereiro. Os (as) responsáveis pelos eventos deverão se dirigir ao Departamento de Acesso à Cultura, na sede da Funalfa, na Avenida Rio Branco, 2.234, Centro, até o dia 22, para formalizar a inscrição, que é gratuita. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, com dois plantões especiais aos sábados, neste dia 11 e no 18, das 9h às 13h. O edital completo, os anexos e a lista dos documentos obrigatórios estão disponíveis aqui.

    Apenas as atividades devidamente cadastradas poderão receber apoio da Funalfa, na cessão de tablados, barracas e banheiros químicos, em quantitativo sujeito à disponibilidade da fundação, e caberá ao(à) responsável solicitar policiamento para a realização do evento. As propostas cadastradas passarão pela análise da Comissão Intersecretarial, que reúne representantes de diferentes áreas da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), diretamente envolvidas nas atividades da “Folia de Momo”, tanto para viabilizar sua realização quanto para reduzir seus eventuais impactos negativos na rotina da cidade e de seus moradores. Integram a comissão a Funalfa, Settra, Semaur, SG e a Sesuc.

    A análise levará em consideração os seguintes aspectos: relevância cultural e comunitária da atividade; natureza; localização do evento, incluindo sua proximidade com hospitais, escolas, bens tombados e afins; impacto no funcionamento cotidiano da cidade; necessidade de alteração de trânsito; público previsto; histórico da realização da atividade; capacidade de suporte logístico dos órgãos públicos envolvidos; possível concentração de eventos no mesmo dia, região e/ou horário; e horário de início e término.

    Após aprovação da atividade pela Comissão Intersecretarial, o(a) responsável deverá solicitar ao Corpo de Bombeiros a emissão de alvará específico para realização do evento. Considerando que a proposta original pode sofrer alguma alteração, o alvará deve estar de acordo com as datas e os horários acertados com a Comissão. A liberação do alvará dos Bombeiros segue legislação própria da corporação, e não implicará em aprovação automática da atividade carnavalesca.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.