• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura
    Terça-feira, 2 de junho de 2020, atualizada às 16h56

    Minas lança edital de R$ 2,5 milhões para execução de projetos artísticos e culturais

    Agência Minas

    Com a proposta de apoiar artistas, produtores e empreendedores culturais durante a pandemia da Covid-19, a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) divulga o edital Arte Salva – Fundo Estadual de Cultura, publicado no Diário Oficial do estado nesta terça-feira, 2 de junho. Ao todo, serão destinados R$ 2,5 milhões em premiações para artistas independentes, bandas, profissionais do circo e demais realizadores que compõem a cadeia cultural em Minas Gerais.

    Por meio desse edital, serão contemplados 1.315 projetos, que receberão um aporte no valor de R$ 1.900,00 cada para a realização e execução de vídeos de expressão artístico-cultural que serão transmitidos em ambiente digital. Serão contemplados projetos em diferentes linguagens, como música, artes cênicas, artes visuais, audiovisual, patrimônio, literatura e áreas culturais integradas. As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de junho.

    A elaboração do edital é fruto de um processo de escuta e diálogo estabelecido pela Secult com várias entidades culturais e coletivos. Os recursos para a consolidação do edital serão provenientes do Fundo Estadual de Cultura (FEC), que foi descontingenciado integralmente, graças a um esforço da Secretaria junto ao Governo do Estado.

    Sobre o Edital

    Os interessados no Edital Arte Salva – Fundo Estadual de Cultura devem inscrever seus projetos por meio da Plataforma Digital Fomento e Incentivo à Cultura, disponível neste link. Será necessário fazer um primeiro cadastro na plataforma e, sem seguida, cumprir as etapas de cadastramento específicas, bem como preenchimento de dados e o envio digital de documentos obrigatórios. Os projetos devem obedecer critérios específicos para habilitação, sendo classificados em duas categorias distintas, de acordo com a proposta apresentada pelo proponente.

    Na Categoria 1, que contempla vídeos de expressão artístico-cultural, o edital contempla artistas que pretendem produzir e transmitir vídeo inédito que contenha performance ou manifestação artístico-cultural executada individualmente pelo proponente. Já a Categoria 2 é destinada, principalmente, aos produtores, gestores ou técnicos. Essa categoria contempla a produção e transmissão de vídeo inédito que contenha curso, formação, capacitação ou qualificação executada individualmente pelo proponente.

    O material audiovisual deve seguir alguns critérios técnicos para ser habilitado. Em ambas as categorias, os vídeos deverão ser produzidos individualmente e ter resolução de pelo menos 1280x720, para vídeos com proporção 16:9; de pelo menos 640x480, para vídeos com proporção 4:3; e não devem incluir barras horizontais nem verticais. A taxa de bits de áudio recomendável é 128 kbps ou superior, não podendo ser inferior a 64 kbps. Além disso, os vídeos devem ter duração mínima de 10 minutos e máxima de 20.

    Em ambas as categorias, o local de produção, a estrutura e a tecnologia de execução deverão ser providenciados pelo proponente devendo ser observadas, obrigatoriamente, as medidas de prevenção ao contágio e de enfrentamento à pandemia do Coronavírus, determinadas pelo Governo de Minas Gerais e outras instituições públicas. Os projetos aprovados deverão, após a execução, ser disponibilizados em ambiente digital próprio, como redes sociais, plataformas de reprodução de vídeo ou site específico.

    Projeto Arte Salva

    Lançado pelo governador Romeu Zema na última segunda-feira, 1° de junho, a proposta do “Arte Salva” é uma rede solidária formada pelo Governo de Minas Gerais, iniciativa privada e entidades da sociedade civil em prol dos realizadores e empreendedores da Cultura e Turismo do estado. O movimento reúne uma série de ações de apoio às cadeias produtivas dos dois setores, por meio de articulação e reforço logístico a campanhas de arrecadação de doações, de prestação de informações sobre acesso a políticas públicas, linhas de crédito, ações de capacitação, lançamento de editais e outras atividades. Até o momento, mais de 60 parceiros já se juntaram ao movimento.

    Fundo de Cultura

    Entre as demais ações do projeto Arte Salva, haverá outro edital de R$ 2,5 milhões, desta vez em parceria com a Cemig, com foco principalmente no interior; a estruturação do centro de operações do Arte Salva no Museu Mineiro para aumento do alcance e fortalecimento de campanhas de arrecadação e entrega de doações; a ação do BDMG dirigida às cadeias da Cultura e do Turismo com R$ 4 bilhões em linhas de crédito.

    Também fazem parte do projeto a coleta e doação de alimentos para garantir a segurança alimentar de comunidades tradicionais e profissionais das cadeias produtivas do setor, por meio da parceria com o projeto Mesa Brasil Sesc; cursos de capacitação em parceria com universidades; e a criação de um espaço amplo para atenção integrada a até mil pessoas por dia, em parceria com a Pastoral de Rua da Arquidiocese de Belo Horizonte, na Serraria Souza Pinto, por meio cessão do espaço pelo Governo do Estado.

    Parcerias

    Para apoiar a coleta, o armazenamento e distribuição de doações de diversas campanhas voltadas para o setor, o Arte Salva conta com a parceria do Mesa Brasil Sesc. O programa possui equipe técnica e operacional devidamente qualificada para executar com eficácia a retirada e a distribuição das doações, além do acompanhamento e monitoramento das ações.

    Além da tecnologia com o uso do QR Code para doações, da experiência na logística para recebimento e distribuição de doações de alimentos, o Sesc vai dar apoio na estruturação do centro operacional do Arte Salva localizado no Museu Mineiro (Av. João Pinheiro, 342, bairro Lourdes, BH/MG).

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.