Programação Online marca o centenário do Museu Mariano Procópio

Lives, vídeos e documentário serão exibidos por meio do canal de Youtube do museu

da Redação - 10/06/2021

Uma série de atividades em ambiente virtual vai marcar as comemorações pelos cem anos do Museu Mariano Procópio, oficialmente inaugurado em 23 de junho de 1921. A data foi especialmente escolhida por seu fundador Alfredo Ferreira Lage (1865-1944) para celebrar o centenário de nascimento de seu pai, o comendador Mariano Procópio Ferreira Lage (1821-1872). Diante das restrições impostas pela pandemia de Covid-19, a equipe técnica do equipamento cultural preparou lives, vídeos e documentário, que serão exibidos por meio do canal de Youtube do museu, a ser lançado nos próximos dias. Também foi preparada uma sequência especial da websérie “A Peça da Semana”, apresentada no Instagram @museumarianoprocopio e no Facebook da instituição. Somente a distribuição de mudas do parque, programada para o dia 29, será realizada presencialmente, atendendo os protocolos de distanciamento e uso de máscaras.

“O centenário do Museu Mariano Procópio é um momento emblemático, marca a consolidação do projeto de memória pensado por Alfredo Ferreira Lage. A pandemia nos impede de promover ações com o público, mas não poderíamos deixar de rememorar a trajetória do museu e comemorar a data. Por isso, recorrermos às ações virtuais”, conta a historiadora do espaço Rosane Carmanini Ferraz. Ela acrescenta que a ideia é manter uma programação comemorativa até junho de 2022. “Estamos mobilizados, planejando eventos para os próximos 12 meses. A forma de realização vai depender muito da evolução do quadro sanitário, então, podemos manter o foco nas atividades on-line ou realizar ações presenciais.”

A primeira atividade do centenário é a sequência especial da websérie “A Peça da Semana” que, durante o mês de junho, sempre às segundas-feiras, apresenta itens do acervo que ajudam a contar a história do museu, gerido por meio da Fundação Mariano Procópio (Mapro). A estreia aconteceu nesta semana, destacando a planta arquitetônica da Galeria Maria Amália, primeira construção do Brasil planejada especificamente para funcionar como museu. Detalhes do documento histórico já podem ser conferidos nas redes sociais.

Duas lives foram programadas para destacar detalhes do acervo e da história do equipamento centenário. No dia do aniversário, 23 de junho, a historiadora Rosane Carmanini Ferraz vai proferir a palestra “O Museu Mariano Procópio em imagens: a trajetória institucional através do acervo fotográfico”. Já no dia 30, Arthur Oliveira da Silva, professor de História e mestre em Estudos do Lazer pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), falará sobre “Práticas de Educação e Difusão do Museu Mariano Procópio (1980-1996)”. As lives e os filmes serão transmitidos por meio do canal de Youtube da instituição.

Confira a programação completa do centenário do Museu Mariano Procópio:

  • Dia 7, segunda
    Projeto “A Peça da Semana”: apresentação da planta arquitetônica da Galeria Maria Amália (prédio Mariano Procópio) | Instagram e Facebook.
  • Dia 14, segunda
    Projeto “A Peça da Semana”: apresentação da medalha comemorativa da inauguração do Museu Mariano Procópio em 1921 | Instagram e Facebook.
  • Dia 18,sexta
    Vídeo “Os monumentos integrados do Parque do Museu Mariano Procópio”. | Youtube
  • Dia 21, segunda
    Projeto “A Peça da Semana”: apresentação em vídeo de imagens originais de eventos realizados no Museu Mariano Procópio nas décadas de 1930/1940. | Instagram e Facebook
  • Dia 23, quarta
    19h: Live “O Museu Mariano Procópio em imagens: a trajetória institucional através do acervo fotográfico”. Palestrante: Dra. Rosane Carmanini Ferraz (historiadora da Mapro) | Canal de Youtube
  • Dia 25, sexta
    Breve documentário sobre a trajetória histórica do Museu Mariano Procópio | Youtube
  • Dia 28, segunda
    Projeto “A Peça da Semana”: apresentação de fotos antigas do parque e dos prédios históricos | Instagram e Facebook
  • Dia 29, terça
    10h: Distribuição gratuita de mudas de plantas no parque do Museu Mariano Procópio (portaria da Rua Mariano Procópio).
  • Dia 30, quarta
    19h: Live “Práticas de Educação e Difusão do Museu Mariano Procópio (1980-1996)”. Palestrante: Arthur Oliveira da Silva (professor de História, mestre em Estudos do Lazer – UFMG) | Youtube

Símbolo da memória do Brasil, o Museu Mariano Procópio possui um dos mais significativos acervos artísticos, históricos e de ciências naturais do país, com relevância internacional. Marcada pelo ecletismo, a coleção soma em torno de 53 mil itens, em categorias diversas, como pinturas, esculturas, gravuras, desenhos, livros raros, documentos, fotografias, mobiliário, prataria, armaria, numismática, cartofilia, indumentária, porcelanas e cristais, além de peças de História Natural.

Em 1936, todo o complexo, incluindo prédios, parque e acervo, foram doados à municipalidade, ficando, desde então, sob a gestão da Prefeitura de Juiz de Fora.

Com informações da PJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.