Exposição Democracia em disputa é inaugurada no CCBM

As imagens narram mais de meio século de episódios cruciais para a construção de nossas instituições políticas

da Redação - 20/07/2021

A exposição itinerante Democracia em disputa faz sua estreia nacional em Juiz de Fora, ocupando a fachada principal do Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM – Avenida Getúlio Vargas 200 – Centro). Ela permanece na cidade por um mês e, em seguida, deve circular por outros municípios. A realização é do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia Democracia e Democratização da Comunicação (INCT Democracia), com apoio da Prefeitura de Juiz de Fora, por meio da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa).

A mostra aborda a construção da democracia no Brasil, suas idas e vindas. Entre a primeira experiência democrática do país, em 1945, e a crise atual, passa por momentos de avanços e de retrocessos.

As imagens narram mais de meio século de episódios cruciais para a construção de nossas instituições políticas, passando a mensagem de que se a democracia está frágil, ela precisa ser defendida. Além da instalação fotográfica, serão realizadas duas sessões de projeções de vídeos, nesta segunda-feira, 19, e no próximo sábado, 24, sempre a partir das 18h. As projeções acontecem no prédio ao lado do CCBM.

A diretora-geral da Funalfa, Giane Elisa Sales de Almeida, afirma que para a Prefeitura e para a Funalfa é uma alegria e uma honra receber a exposição. “A gente entende que o fazer artístico, as expressões culturais são importantes ferramentas, instrumentos de disputa no campo democrático. A democracia não está pronta, não está construída, não está dada, então, nessa disputa de narrativas, o papel da arte é fundamental.” Giane acrescenta que é muito importante a possibilidade dessa parceria com institutos de pesquisa, como o INCT Democracia, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). “É fundamental para que a gente valorize o papel da ciência e compreenda as interfaces que a pesquisa científica tem com a cultura e a arte.”


Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.