Funalfa lança edital “Murilão” com R$ 1 milhão para financiar projetos culturais

As inscrições começam nesta sexta-feira

da Redação - 17/09/2021

A Prefeitura de Juiz de Fora, por meio da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), lançou o terceiro e maior dos cinco editais do Programa Cultural Murilo Mendes previstos para 2021. De ampla concorrência, o Edital “Murilão” disponibiliza R$ 1 milhão, do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura (Fumic), para fomentar projetos artísticos e culturais realizados por artistas e produtores culturais da cidade. As inscrições começam nesta sexta-feira, 17. Na modalidade presencial, o prazo termina no dia 2 de outubro, com atendimento agendado pelo WhatsApp 98447-0403. Já as inscrições on-line serão encerradas às 23h59 do dia 3 de outubro e podem ser formalizadas pela plataforma Prefeitura Ágil, via aplicativo “1Doc”, ou através do site. Confira o edital completo.

A gerente interina do Departamento de Recursos Compartilhados da Funalfa, Fernanda Amaral, afirma que este é um edital muito esperado pela classe artística de Juiz de Fora, tendo em vista que o segmento cultural está entre os mais duramente impactados pela pandemia da Covid-19. “O Programa Cultural Murilo Mendes, que já lançou outros dois editais - `Cultura da/na Quebrada´ e `Fernanda Müller de Cultura Trans´-, tem sido um alento, uma luz para fomentar a produção artística local, permitindo que a cultura volte a fluir por todos os cantos da cidade.”

Ela explica que o “Murilão” é aberto a pessoas físicas maiores de 14 anos, residentes em Juiz de Fora há, pelo menos, um ano. “A inscrição presencial é oferecida preferencialmente para pessoas com dificuldade de acesso à internet, sendo obrigatória no caso de menores de 18 anos, que deverão estar acompanhados pelos responsáveis legais”, observa Fernanda, acrescentando que imigrantes estrangeiros também podem concorrer ao patrocínio cultural do edital, desde que estejam em situação regular.

Serão aceitos projetos de formação, produção, circulação e pesquisa nas diversas áreas artísticas, tais como: artes urbanas, artes visuais, artes cênicas (teatro, circo, ópera, performance e dança), audiovisual, carnaval, cultura popular, games, literatura, memória, música, patrimônio material e imaterial, entre outras. As propostas poderão ser interdisciplinares, ou seja, envolver mais de uma área artística. Em relação ao valor de financiamento, o “Murilão” vai contemplar projetos em três categorias de teto: R$ 15 mil, R$ 30 mil e R$ 50 mil, considerando os valores brutos.

Os recursos serão divididos entre as nove regiões de Juiz de Fora (discriminadas no anexo 1 do edital), sendo que cada uma deve receber, no mínimo, 5% do total. Caso não haja demanda de alguma das regiões apontadas, o valor destinado a ela será distribuído entre as demais. As pessoas proponentes poderão captar recursos extras, financeiros ou não, visando a incrementar os projetos contemplados.

A gerente informa ainda que cada pessoa pode inscrever somente uma proposta como responsável, sendo livre sua participação como integrante de equipes de outros projetos. Todas as propostas deverão incluir nas suas ações, ao menos, uma medida de acessibilidade, como audiodescrição, texto em braile, intérprete de libras, texto em fonte ampliada, closed caption ou medidas arquitetônicas, entre outras.

Os projetos inscritos passarão por duas etapas de avaliação. A primeira delas é a análise documental, realizada pela equipe da Funalfa. As propostas que cumprirem com as condições do edital serão automaticamente aprovadas para a segunda fase, quando os projetos serão avaliados pela Comissão Municipal de Incentivo à Cultura (Comic). Nesta etapa, pessoas de notório saber acadêmico ou experiência na área temática do edital/proposta podem ser convidadas para participar das reuniões.

As propostas receberão pontuação conforme os critérios discriminados no edital. Da decisão da Comic, caberá recurso, estando os procedimentos e prazos para solicitar a revisão da nota também especificados no edital. A transferência de recursos para os proponentes contemplados será feita em parcela única, e os projetos aprovados deverão ser executados em até 12 meses.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.