Quarta-feira, 16 de novembro de 2016, atualizada às 11h37

Colecionador mostra sua paixão por miniaturas de fusca

Bruno Caniato
*Colaboração

A cultura geek (pronuncia-se "guíc") abrange uma ampla variedade de interesses. Originalmente usado para descrever o estereótipo do indivíduo "nerd" – o intelectual introvertido e desajeitado –, nas últimas duas décadas, o termo ganhou conotação positiva e atualmente refere-se aos fãs de uma extensa gama de produtos culturais, incluindo filmes e livros de ficção científica, videogames, quadrinhos, mangás, animes, séries, action figures (miniaturas de personagens) e brinquedos.

Dentro deste universo de possibilidades, o jornalista Vinícius Ribeiro é adepto de um interesse muito particular: o fusca azul. Natural de Pedro Leopoldo (MG), Vinícius trabalha como assessor de comunicação em Juiz de Fora e coleciona diversos artigos geek, mas sua verdadeira paixão é o fusca. "Sempre gostei desse carro, mas a escolha pelo fusca azul é por conta daquela brincadeira meio 'ogra' da época de criança", risos.

Entre quadros, camisas estampadas, sapatos e até uma tatuagem do fusca, Vinícius apresenta o xodó de seu acervo: uma coleção de réplicas de fuscas azuis em miniatura, incluindo um carrinho que carrega como modelo fotográfico em suas viagens. "O que me marcou mesmo foi o menor de todos, que já devo ter há uns dez anos", relembra. "Ele é bem pequeno, então comecei a praticar uma modalidade de fotografia com ele, a toy photography. Pessoas do mundo inteiro viajam e fazem fotos com seus brinquedos."

O menor carrinho de sua coleção já foi fotografado pelo Brasil e até no exterior. "Já fotografei o fusquinha em Buenos Aires e Punta del Este, mas por enquanto, só na América Latina", explica. "Um amigo já levou à Europa e tirou foto dele no Mônaco". As fotos da miniatura são publicadas em seu Instagram; a próxima meta, segundo Vinícius, é comprar o carro de verdade. "Alguns acham que já tenho o fusca em tamanho real, mas ainda não", ressalta. "Tirei carteira esse ano e pretendo comprar logo", comemora.

 

*Bruno Caniato é estudante do 8º período de Jornalismo da UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.