• Assinantes
  • Autenticação
  • Cultura

    Grupo instrumental, Quinteto São do Mato, lança seu primeiro CD

    Intitulada Leste para Oeste, a obra traz a afirmação da identidade artística da banda, formada ao longo dos cinco anos de carreira

    Nathália Carvalho
    Repórter
    19/12/2012
    Capa cd Quinteto

    O grupo juiz-forano Quinteto São do Mato irá lançar seu primeiro álbum nesta quinta-feira, 20 de dezembro, em show no Centro Cultural Bernardo Mascarenhas (CCBM), às 20h. Intitulada Leste para Oeste, a obra traz a afirmação da identidade artística da banda, formada ao longo dos cinco anos de carreira, e foi financiada pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Juiz de Fora. Além disso, no mesmo dia, ocorre a festa de lançamento do trabalho no Café Muzik, às 23h, com participação da banda Peneirando Água e de convidados especiais. O ingresso custa R$ 8.

    "Será um show único, extremamente animado e com muitas surpresas. Acredito que o público irá gostar, porque é um trabalho que vem sendo preparado com muito carinho", garante a flautista da banda, Nara Pinheiro, em entrevista ao Portal ACESSA.com. Ao lado dela, o turco Chadas Ustuntas no violão de 11 cordas e saxofones; Márcio Guelber, no violão e acordeom; Maíra Delgado, na percussão e Henrique Nogueira na bateria e tambores fecham o quinteto.

    Com 12 faixas, todas as composições do CD são de autoria do Ustuntas e os arranjos ficam por conta dos demais integrantes. "Essas músicas foram feitas ao longo da nossa carreira e algumas vieram com o compositor da Turquia. Mas aí, demos um tempero brasileiro para elas", conta Nara. Além disso, ela comenta que o grupo contou com as participações de Pedro Ivo Ferreira, no contrabaixo, Marcos Hallack, Leandro Domith e Carlos Henrique Pereira, no piano.

    Os preparativos para o lançamento do álbum duraram cerca de um ano e meio, visto que foram interrompidos por algumas turnês internacionais do grupo. "Gravamos em dezembro do ano passado e em janeiro deste ano. Contamos com vários parceiros que desenvolveram a identidade visual, produção e cenário do projeto. Quando chegamos da última turnê em setembro, focamos nos preparativos para lançá-lo." Segundo ela, o resultado é uma mistura de diversos ritmos brasileiros, como o frevo, choro, maracatu, baião e jazz, com influências de músicas do leste europeu.

    Quinteto São do Mato Quinteto São do Mato

    Trajetória

    O Quinteto São do Mato faz parte de uma geração de músicos que desenvolvem uma linguagem contemporânea, com um trabalho diferenciado na cena instrumental. De acordo com publicação oficial da banda, "sua identidade não é limitada por fronteiras e se caracteriza pela grande diversidade de estilos, onde a liberdade e espontaneidade são a base da criação coletiva". De uma forma geral, o repertório consagra, além das composições autorais, músicas de Hermeto Pascoal, Moacyr Santos e Baden Powell.

    "Temos muita influência da música instrumental brasileira, latina e com um grande tempero oriental, com ritmos ímpares. Todas essas misturas se unem na improvisação, resultando numa música acessível e sem fronteiras", explica a flautista. Ela sugere, ainda, que o som da banda foge um pouco da regra da tradicionalidade da música instrumental. "Não fazemos um show muito contemplativo e comportado apenas. Ele é envolvente em ritmos, bem dançante e bem vivo."

    Entre os momentos de destaques vividos neste ano, Nara comenta do Festival Nova Musica Instrumental Mineira, em Belo Horizonte, onde o quinteto foi considerado a banda revelação em 2012. Além disso, o grupo realizou uma turnê pela França e Espanha, em setembro, bem como a apresentação no JF Festival de Jazz, ao lado de Coco Montoya (EUA) e José James (EUA). "Esse ano foi muito bom para o grupo e tivemos conquistas singulares", diz. E o projeto é continuar em turnês para levar o som do novo CD. "Temos algumas perspectivas de voltar para Europa no próximo ano, e fazer com que o maior número de pessoas nos escute e se divirtam."

    Documentário

    Para janeiro do ano que vem, o grupo pretende lançar um documentário que retrata a turnê europeia citada, financiada pelo governo federal. "Vamos mostrar cenas dos festivais, que foram realizados em centros históricos antigos e nas ruas. Será apresentado um pouco desse contato no exterior e a troca com os músicos de lá, que acabamos conhecendo e tocando juntos", conta. A produção do trabalho ficou por conta de Pedro Salim, responsável pelas imagens captadas na turnê, e por Felipe Hutter, na edição. Dois capítulos do documentário serão exibidos na festa de lançamento desta quinta.

    Os textos são revisados por Juliana França

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.