mat?ria em audio

Obras Sociais do Bom Pastor Institui??o existe h? mais de 40 anos para ajudar crian?as e fam?lias carentes de Juiz de Fora

S?lvia Zoche
Rep?rter
06/10/2005

crian?as assistindo apresenta??o Em m?dia, 180 fam?lias e 227 crian?as s?o atendidas na institui??o Obras Sociais do Bom Pastor (OSBP). H? uma creche com ber??rio (para crian?as de quatro meses a dois anos), maternal I (de dois e tr?s anos), maternal II (de tr?s a quatro anos), que funciona de 7h30 ?s 11h30.

A OSBP ? mantenedora da Escola Municipal Bom Pastor, que funciona no mesmo hor?rio da creche, atendendo crian?as de quatro a seis anos na Educa??o Infantil, al?m de oferecer de 1? a 4? s?rie do Ensino Fundamental. "Os meninos s?o felizes e preparados para serem cidad?os", diz a diretora da entidade, Maria Diva Guimar?es Soares, que participa dos trabalhos h? 37 anos.

Depois que as aulas da manh? terminam, para que as crian?as n?o tenham que ficar em casa sozinhas, a entidade oferece atividades em oficinas e cursos durante a tarde, at? ?s 17h, mas antes todas almo?am. A OSBP comporta a todos, porque possui quatro andares, sendo o primeiro para creche, o segundo e terceiro para escola e oficinas, durante a tarde, e o ?ltimo andar para o lazer. "O quarto andar precisa de um cuidado, porque tem um barranco ? vista. Pensamos em colocar uma tela para proteger", conta psic?loga Ana Cl?udia Nascimento.

Os trabalhos

Al?m dos funcion?rios da escola, a OSPB possui cerca de 16 profissionais contratados, como assistente social, pedagoga e psic?loga, al?m de volunt?rios na ?rea de recrea??o, culin?ria, servi?os gerais, instrutores para as oficinas de artes, esporte, m?sica e dan?a.

aulas de m?sica recrea??o

"A Diva sabe que o importante n?o ? o assistencialismo puro e simples, mas sim promover, ensinar e n?o somente dar as coisas", diz a assistente social Sandra Vasconcellos Santiago. Um exemplo ? o bazar da institui??o, em que arrecadam roupas e sapatos, mas vendem a um pre?o simb?lico ?s fam?lias assistidas. "? uma forma das pessoas sentirem-se valorizadas e capazes", diz a psic?loga.

crian?as se apresentando evento

Durante o ano, s?o organizados alguns eventos promocionais, como jantares e noite de massas. Os maiores s?o o Ch? Colonial, no Clube Bom Pastor, e o Almo?o S? para Mulheres. Mas h? eventos espec?ficos para reunir as fam?lias, como feijoadas a pre?os simb?licos, al?m das festividades para os pequenos, como a P?scoa, Dia das Crian?as e Natal.

As necessidades

reuni?o de pais O que a institui??o precisa, al?m da ajuda financeira - j? que s? com a folha de pagamento s?o gastos R$ 6 mil -, s?o volunt?rios com qualifica??o, como pessoas da ?rea de inform?tica para inclus?o social, j? que possuem dois computadores. "Precisamos de pessoas que possam qualificar as crian?as e os pais para o mercado", diz Diva.

As contribui?es podem ser feitas tamb?m atrav?s de carn?s e em qualquer quantia. Uma das id?ias ? incentivar empres?rios a contribuir com a OSBP, n?o exatamente com dinheiro, mas com servi?os. "Temos a ajuda de um escrit?rio de contabilidade, de um advogado e de uma loja de material de constru??o que, em vez de nos doarem dinheiro, nos oferecem seus servi?os", conta a diretora. Outro pedido, ? de um estagi?rio em Jornalismo ou jornalista que possa fazer um jornal para divulga??o externa.

biblioteca parquinho

Ao pedirem ajuda, a assistente social lembra que n?o ? somente de cesta b?sica. "Pode ser qualquer coisa, como telhas, filtros... Quando se fala em doa??o, as pessoas logo pensam em cesta b?sica, mas n?o ? s? isso", enfatiza. Outras necessidades s?o mobili?rios novos, mais livros para biblioteca e brinquedos para o parquinho de divers?o das crian?as e materiais esportivos.

Nascimento

membros da diretoria A institui??o sem fins lucrativos Obras Sociais do Bom Pastor nasceu h? 41 anos, em 1964, em uma garagem da fam?lia de Antonina Cardoso, como conta a diretora (foto ao lado, sentada). Surgia o Clube das M?es, com o objetivo de ajudar m?es desempregadas a aprenderem um of?cio, como curso de culin?ria, corte e costura. Com o crescimento da entidade, o Clube das M?es foi transferido para o sal?o da Igreja Bom Pastor. "Os cursos sempre tiveram o objetivo de promover a fam?lia", diz.

Com a possibilidade de fazerem cursos, as mulheres conseguiam empregos e, conseq?entemente, havia a necessidade de deixar os filhos em uma creche. Em 1977, conseguiram a doa??o do terreno onde se encontra a OSBP, atualmente. Arrecadaram fundos, participando com barracas em eventos, como a Festa das Na?es que existia no bairro.

crian?as no refeit?rio Constru?ram o primeiro andar e a OSBP abriu em 1983, com cerca de cem volunt?rios. Aos poucos, conseguiram aumentar os andares e atender mais fam?lias e crian?as. Em 1992, conseguiram abrir a Escola Municipal do Bom Pastor.

Volunt?rio

Para quem desejar contrinuir com a institui??o nas formas apresentadas na mat?ria, o endere?o ? Rua Luiz Ant?nio Tomaz, 464, Guaru?. O telefone para contato ? (32) 3215-5666 ou 3217-6971, e-mail divasoares@acessa.com