• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos

    Sexta-feira, 24 de outubro de 2008, atualizada às 15h17

    Grupo A.A. se prepara para comemorar 50 anos de atividade em Minas. Cerca de 700 pessoas estão participando das reuniões em Juiz de Fora



    Priscila Magalhães
    Repórter

    O grupo Alcoólicos Anônimos (A.A.) vai completar 50 anos de atividades no estado de Minas em 2011 e as comemorações vão acontecer em Juiz de Fora, cidade pioneira na implantação do A.A.. Para comemorar, a entidade programa a realização do 23º Encontro Estadual, inicialmente marcado para o ano de 2010. Entretanto, existe um interesse de que ele ocorra no ano seguinte, quando o grupo faz o aniversário.

    Segundo o servidor de confiança do A.A., que se identificou somente como Nelson, a aprovação da mudança depende da Coordenação do Comitê de Área de Alcoólicos Anônimos de Minas Gerais. Segundo ele, uma reunião acontece em meados de novembro. "Queremos mudar para comemorar em 2011. Só se faz 50 anos uma vez."

    Alcoolismo é alto em JF

    Atualmente, o A.A. trabalha em 28 locais espalhados por toda a cidade. Em cada uma dessas salas, há uma média de 25 participantes por dia de reunião. Em alguns locais, elas acontecem até três vezes por semana. Segundo ele, não é possível saber quantas pessoas já participaram e ainda freqüentam as reuniões. "As próprias pessoas decidem quando devem participar ou não. Elas não são obrigadas a vir."

    Apesar de o grupo estar atendendo a uma média de 700 pessoas, atualmente, nas reuniões, Nelson diz que ainda há atendimento em hospitais e clínicas da cidade. Diante disso, o servidor de confiança diz que o índice de pessoas viciadas em bebida alcoólica é muito alto em Juiz de Fora, apesar de não haver estatísticas. "Muitas ainda não se deram conta ou não assumiram o vício. O primeiro passo para o tratamento é admitir que vive o problema."

    Para Nelson, esse alto número está associado à facilidade em comprar bebida e ao preço dela, considerado baixo. "A cachaça é barata. Qualquer um entra no bar e compra uma garrafa." Outro fato é as pessoas acharem que a bebida é solução para os problemas do cotidiano. "Muitos bebem para esquecer os problemas. Mas, ao contrário, acaba encontrando outros e magoando a pessoa que mais gosta dele."

    Quem quiser participar do A.A., pode entrar em contato pelo telefone (32) 3215-8503, ou procurar o escritório, que fica na rua São Sebastião 733/301.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.