• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos
    Quarta-feira, 7 de outubro de 2009, atualizada às 10h

    Hemocentro intensifica campanha de doação de sangue para o feriado

    Pablo Cordeiro
    *Colaboração

    O Hemocentro de Juiz de Fora intensifica nesta quarta e quinta-feira, 7 e 8 de outubro, a campanha “Doação de sangue. Duplique esta ideia”. O objetivo da ação é assegurar o nível normal de sangue no banco para suprir os 58 hospitais atendidos em 30 municípios da região. Cada doador que comparecer no Hemocentro irá receber um cartão para que possa convidar outra pessoa a contribuir.

    Segundo a responsável pela captação sanguínea do Hemocentro, Ana Eliza Alvim, os índices de doação estão reduzidos e é fundamental que para o feriado de 12 de outubro o banco esteja preparado para as possíveis necessidades. "A diminuição no número de doadores começou há 15 dias. O normal é recebermos 150 pessoas diariamente, porém só 70 ou 80 pessoas têm comparecido."

    Em relação à recepção da campanha, que teve início em maio, Ana Eliza aponta uma grande colaboração dos doadores. "Não é possível medir quantos doadores são captados através da campanha. No entanto, pelo contato com as pessoas, percebemos que surte efeito. O primeiro doador da manhã comentou que quando chegasse ao local de trabalho, ia disparar e-mails para os colegas. É uma forma positiva de multiplicar nossa mensagem", ressalta.

    cartão da campanha 
    Na porta de casa

    O Hemocentro realiza na próxima terça-feira, 13, no Alto Grajaú, a captação sanguínea junto aos moradores do bairro. A ação terá início às 13h30, na Escola Municipal Murilo Mendes, localizada na rua Dr. Leonel Jaguaribe, 240. De acordo com Ana Eliza, a meta é atingir 60 doações. "Contamos com a mobilização da comunidade. Agimos assim para atingir de maneira mais rápida e diminuir a distância da pessoa com o centro de captação."

    Para doar sangue é necessário ter entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50 kg, não ter tido hepatite após os dez anos e estar bem de saúde. Não é preciso estar em jejum. Caso a pessoa tenha almoçado, é necessário aguardar três horas. Outros critérios serão avaliados durante a triagem clínica. É indispensável a apresentação de documento oficial e original de identidade, com foto. A doação demora em média 40 minutos.

    *Pablo Cordeiro é estudante do 9º período de Comunicação Social da UFJF

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.