Sábado, 26 de março de 2011, atualizada às 12h40

Tenda de Minas Solidária chega aos três anos de trabalho atendendo a mais de 3 mil pessoas

Aline Furtado
Repórter
Produtos da tenda Minas Solidária

Neste sábado, 26 de março, a cooperativa Tenda de Minas Solidária completa seu terceiro ano de trabalho. Atualmente, o projeto, vinculado à Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares (Intecoop) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), atende a 3.076 pessoas, direta e indiretamente, entre envolvidos e beneficiados.

A Tenda de Minas Solidária conta, atualmente, com 17 focos de empreendimento, como a Penitenciária Ariosvaldo Campos Pires, o Centro Socioeducativo de Menores Infratores, o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de Lima Duarte, o CRAS de Belmiro Braga, o Centro de Referência Especializada de Assistência Social (CREAS) de Juiz de Fora, o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Juiz de Fora, entre outros.

De acordo com a coordenadora da cooperativa, Ângela Vilella, ao contrário de iniciativas como esta, que dificilmente passam do primeiro ano de criação, a tenda tem como diferenciais a perseverança e a liderança dos envolvidos. "Quem continua é porque tem força de vontade. E olha que só temos, hoje, cinco pessoas que começaram conosco."

Para ela, outro fator que representa um diferencial é o tipo de material produzido pela iniciativa. "Trabalhamos com artesanato e com produtos agroalimentícios, como doces, mel, pães, biscoitos e ervas para chá. Mas como grande parte da produção é voltada para o artesanato, fica ainda mais difícil manter, porque trata-se de um produto supérfluo. Mas conseguimos e esperamos crescer ainda mais", comemora Ângela.

Os materiais produzidos por meio da iniciativa podem ser encontrados no estande Tenda de Minas Solidária, que fica no Mercado Municipal, no Espaço Mascarenhas.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.