• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos

    Ação busca integrar sociedade aos direitos da pessoa com deficiência

    Eduardo Maia
    Repórter
    6/12/2014

    Elson Calixto, 21 anos, é surdo-cego. Natural de Santos Dumont, veio para Juiz de Fora para aprender técnicas de massagem em um curso no Instituto Bruno, no qual pretende se especializar para abrir um espaço próprio em sua cidade. Ao portal ACESSA.com, relatou a dificuldade de se inserir no mercado de trabalho e espera que com a capacitação possa conseguir algum rendimento no futuro.

    Junto de sua irmã Elciana Calixto (foto), que também é portadora de deficiência, participam na manhã deste sábado, 6 de dezembro, de uma ação que marca o encerramento da semana relacionada ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, na praça Antônio Carlos. Com o objetivo de integrar a sociedade à discussão sobre a acessibilidade, o evento ofereceu orientações sobre direitos.

    De acordo com o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Harison Felipe Nassar, mais do que receber o tratamento como necessitadas, as pessoas com deficiência precisam ser respeitadas. "As pessoas olham para elas como se precisassem de favor de esmolas. Não. São pessoas altamente produtivas, que tem um compromisso excessivo com a responsabilidade de fazer bem feito, tem compromisso com as pessoas, com horários, com afazeres e que muitas vezes dão resultados até mais satisfatórios do que as pessoas aparentemente normais", aponta.

    Nassar reforça a proposta de se trabalhar em prol da fiscalização das políticas públicas das pessoas com deficiência, principalmente com o amparo da sociedade. "Nossa proposta é envolver a sociedade no movimento das pessoas com a deficiência. Os movimentos estão muito fragmentados. A gente quer unir todos. O Conselho de Pessoas com Deficiência veio para fazer o controle social junto ao poder público, das políticas que são desenvolvidas para a pessoa como deficiência, verificar carências e elaborar novas políticas, é um órgão que pode ser consultado não só pelo poder público, mas pela sociedade. É um movimento para integrar a sociedade do que para as pessoas com deficiência em si."

    Elson Calixto conselho

    Dentro da programação da semana, estão sendo tratadas questões que sensibilizam e informam a população sobre a deficiência, contando também com uma programação diversificada. Tendo como tema "Debater Para Incluir: Discutindo Políticas Públicas Para a Inclusão da Pessoa com Deficiência Física", foram discutidos a lei nº 13.019, a resolução nº 1.414 e o projeto "Viver sem Limites", além de assuntos como assistência social, inclusão educacional e disponibilização de cursos profissionalizantes.

    Além das participações de grupos e entidades, uma das atrações principais da ação deste sábado será o desfile de pessoas com deficiência, com figurino de estudantes do curso de Moda da Faculdade Estácio de Sá.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.