• Assinantes
  • Autenticação
  • Direitos Humanos

    Grupo católico faz 'vaquinha online' para ajudar lar de idosos de Juiz de Fora

    A meta é arrecadar R$ 12 mil para pagar seis meses da conta de luz da instituição até a instalação de placas de energia solar

    Angeliza Lopes
    Repórter
    9/03/2016
    foto

    Por meio de um financiamento coletivo, mais conhecido como 'vaquinha online', o Condomínio de Idosos Luiza de Marillac, no bairro Furtado de Menezes, pretende arrecadar R$ 12 mil para o pagamento da sua conta de energia elétrica durante seis meses. A campanha "Operação Vagalume" é uma iniciativa do Ministério Universidades Renovadas (MUR) - grupo de jovens católicos, de Juiz de Fora, que se dispôs a ajudar, após a instituição filantrópica ter queda significativa em sua arrecadação devido à redução de doações, perda de subsídios e aumento da conta de luz. O valor mensal pago é de R$ 1.600 e a quantia proposta pretende arcar com a despesa até a instalação das placas solares na instituição, para a redução dos gastos.

    O integrante do MUR e coordenador da campanha, Henrique Luis Moreira Monteiro, explica que os interessados em colaborar com a ação precisam se cadastrar no link do site Kickante. O valor mínimo da doação é de R$ 10.

    "Existem algumas quantias no site que são apenas sugestões. Você que escolhe quanto quer ajudar, além de optar por receber ou não um brinde feito pelos próprios moradores do Condomínio, que será um porta-retratos com foto e assinatura de todos. Caso não seja possível atingir a meta de R$ 12 mil, todo valor será devolvido", explica Monteiro, lembrando que a ação encerra dia 14 de abril. Até esta quarta-feira, 9 de março, já foram arrecadados R$ 2.315,00, que corresponde a 19% da meta.

    Além de pagar duas contas que já estão atrasadas, a campanha pretende custear mais quatro meses até a instalação de dois painéis fotovoltaicos. O coordenador conta que durante a conversa com a diretoria da instituição ficou definido este prazo para possibilitar a instalação do equipamento, que será responsável pelo aquecimento da água do chuveiro de cada apartamento. "Sem o consumo de energia pelo chuveiro elétrico, a conta de luz vai reduzir e eles poderão voltar a pagar a conta sem sufoco. Mas, antes disso ficar pronto, precisávamos de uma ação rápida para que a energia do Lar não fosse cortada".

    Envelhecer de forma ativa

    Atualmente, o Condomínio possuí 23 moradores, sendo 20 mulheres e três homens, que vivem em uma estrutura que seguem as diretrizes das Instituição de Longa Permanência do Idoso (ILPI), que possibilita uma vida ativa e independente, visto que cada um mora em seu apartamento individual com quarto, banheiro e cozinha. A assistente social, Lidiane Charbel Souza, diz que as dificuldades começaram no final do ano passado, devido a crise econômica, que causou a redução do número de contribuintes, falecimento de dois idosos e aumento da conta de luz. "Estamos com duas vagas em aberto. São para idosas com mais de 60 anos, independente e que queira vir para o Condomínio. Como trabalhamos o envelhecimento ativo, a moradora precisa ter mais autonomia para morar sozinha".

    foto foto

    Além das refeições e assistência de profissionais da saúde, o Lar oferece oficinas todos os dias da semana, como tricô, educação física e artesanato. "Estamos precisando de voluntários para trabalhos no salão de beleza e para a área de informática e rádio comunitária. Também temos uma voluntária que desenvolve um plano de vida para cada idoso. Ela conversa com cada um de 15 em 15 dias e traça as motivações e sonhos deles para tentarmos estimulá-los de forma individual".

    Lidiane destaca que a instituição possuí um portal de transparência para informar todas as doações recebidas em dinheiro e alimentos, além do fluxo de gastos de ambos. Os participantes que quiserem saber sobre as despesas e recursos do Condomínio, podem acessar o site T Marillac, que é atualizado mensalmente.

    MUR

    Segundo o coordenador da campanha, é a primeira vez que o MUR faz uma ação em conjunto com o Condomínio Luiza de Marillac. Fundada há 22 anos na Universidade Federal de Viçosa (UFV), o ministério possuí sedes em todo o país e no exterior, e tem como proposta criar grupos de oração universitária, celebrar missas, terços e ações sociais. "Em Juiz de Fora temos cinco grupos de oração na UFJF, além dos jovens da Universo, CES/JF e IF Sudeste. Todos são compostos por pré-universitários, universitários e profissionais formados".

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.