Terça-feira, 19 de julho de 2016, atualizada às 17h21

Grupo de voluntários visita pacientes do Hospital Ana Nery

Da redação
foto

Fazer o bem ao próximo não depende de grandes ações, basta pequenas atitudes, como a realizada pelo grupo 'Visitas Solidárias' que reserva duas horas de todos os sábados para visitar pacientes do Hospital Ana Nery, no bairro Grama. Para comemorar o Dia da Caridade, celebrado nesta terça-feira, 19 de julho, nada melhor que contar a história destes cinco amigos, que se reúnem com o objetivo de multiplicar este sentimento.

O idealizador do projeto Leonardo Barbosa conta que há três meses dedica parte do final de semana com outros quatro amigos no amparo e atenção de pacientes do hospital. “Como eu e outro amigo trabalhamos na área de saúde, sabemos um pouco sobre a carência de alguns pacientes, que são sozinhos não recebem visitas de parentes. Durante uma conversa, pensamos em como poderíamos ajudar e logo veio a vontade de fazer as visitas. Entrei em contato com o hospital, expliquei nossa vontade e fomos autorizados a começar as ações”, destaca.

De 13h às 15h, os voluntários se dividem entre os leitos para conversar, ler trechos de livros, poesias para os assistidos, além de ouvir as demandas de cada um. Barbosa explica a partir das conversas, o grupo percebeu que os pacientes pediam itens básicos para o dia a dia, como sabonetes, creme dental, escovas de dente, meias, cobertores, revistas, roupas, livros, biscoitos, mas devido as limitações dos voluntários, percebeu a dificuldade de atender a todos.

“Não conseguimos manter um diálogo contínuo por serem muitas pessoas para uma equipe de poucos voluntários. Outra dificuldade é conseguir todas as doações. Por isso, a ideia é que o nosso grupo cresça, para que possamos nos dividir em grupos dentro da instituição e atender melhor cada um. Além de conseguir mais doações para distribuirmos”.

Os interessados em integrar a equipe do Visitas Solidárias podem entrar em contato com os organizadores pela página no Facebook. Caso não seja possível ir ao hospital, o voluntário também pode ajudar com a doação dos itens que serão distribuídos para os assistidos. “A maior recompensa são os sorrisos que ganhamos deles no final de cada visita. Cada conversa é impressionante. Não há valor nenhum que pague a gratidão que sentimos em nossos corações”, complementa Barbosa.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.