A educação positiva e suas contribuições

Luiz Roberto Martins Luiz Roberto Martins 2/07/2018

Caros internautas, um assunto muito interessante para refletirmos é sobre as contribuições que a abordagem holística traz para a educação, ou seja, o processo deve ter como objetivo a valorização da formação da totalidade de nosso ser. Entendemos como holística, de acordo com o dicionário, a importância da compreensão integral dos fenômenos e não a análise isolada dos seus constituintes. Vale ressaltar que, com esta visão de holísmo, o comportamento e as experiências emocionais se relacionam fisiologicamente interagindo-se entre si.

Alguns artigos que tenho lido, em revistas de renome, apontam para uma educação holística cujo objetivo é contribuir com a educação formal, ou seja, há uma preocupação com a formação cidadã, no que diz respeito às questões sociais, ambientais, culturais e filosóficas, ampliando assim, os espaços de participação na escola.

Dentro deste contexto, entra em cena a psicologia positiva, que tem por objetivo, valorizar e extrair o que a pessoa tem de melhor e não o que está errado nela, promovendo assim o bem estar.

Alejandro Adler, da Universidade da Pensilvânia diz: “Desenvolver habilidades socioemocionais ajuda os estudantes a florescer em suas vidas profissionais e pessoais”. Segundo Adler, a educação positiva quando implantada em instituições de ensino superior, ajuda na produtividade reduzindo a violência, o bullyng, o consumo de drogas e bebidas alcoólicas.

Para promover o bem estar, deve-se, portanto, evidenciar as forças humanas na construção de uma vida melhor, daí a importância de trabalhar as competências que cada um possui. Dentro deste contexto a psicologia positiva foca nos comportamentos mais desejados do que os menos desejados e as habilidades de bem estar podem ser trabalhadas sem prejudicar o programa pedagógico da escola. Valores como honestidade, lealdade, perseverança, coragem, humildade dentre outros, são trabalhados pela educação positiva.

Em alguns países esta metodologia é aplicada e os resultados foram o engajamento, o gosto por aprender por parte dos alunos e consequentemente um aumento nas notas escolares. Muitas habilidades sociais como empatia, assertividade e boa conduta foram observadas a partir da implantação da educação positiva.

Embora haja muitos benefícios, a educação positiva é nova e não há muitos professores treinados para isso como também não há muitas escolas que possuem esta disciplina inserida em seu programa pedagógico. Quem sabe num futuro não muito longínquo haverá nas escolas e também na família esta cultura da psicologia positiva juntamente com a educação?

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.