• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Elizabeth Soares Elizabeth Soares 08/09/2008

    Garanta sua empregabilidade: tenha um plano de desenvolvimento individual

    Ilustração: Laura Martins Ferreira. Ilustração de um homem estudandos Empresas e profissionais estão enfrentando um fato bastante evidente e gerador de expectativas que, muitas vezes, não se concretizam: de um lado as empresas oferecem vagas e alegam que faltam profissionais qualificados. De outro, os profissionais dizem que o mercado está muito competitivo e não encontram oportunidades. Adequar-se ao novo mercado e ter condições de garantir um bom espaço dentro de uma boa empresa é o que chamamos de empregabilidade.

    Empenhar-se para ser um profissional desejável aos olhos do mercado deve tornar-se um "estilo de ser". Além das qualificações intelectuais, é necessário ter foco constante no desenvolvimento emocional e físico. As empresas querem contratar um profissional que transmita credibilidade e também demonstre equilíbrio.

    Portanto, ao planejar sua carreira, procure pensar de forma estratégica e menos imediatista. Veja abaixo, algumas perguntas que todo profissional deve fazer a si mesmo com freqüência:

    • Busco incessantemente conhecimento profundo do segmento em que atuo?
    • Tenho procurado atualizar-me e mantido contato com profissionais da minha área de atuação?
    • Qual é o grau de qualificação que eu possuo?
    • Será que estou preparado para progredir em minha carreira e aceitar novos desafios?
    • Será que consigo me recolocar com facilidade no mercado de trabalho?

    Procure ter sempre em mente que um profissional só terá valor se conseguir demonstrar, ou seja, ser percebido pelos demais como ele "acha que é". Caso contrário, a situação poderá resultar em sentimentos de injustiça ou incompreensão.

    A ação de construir um plano de desenvolvimento individual passa a ser vista cada vez mais como uma responsabilidade de cada profissional que deseja garantir seu "lugar ao sol". Encarar as próprias dificuldades nem sempre é fácil, mas é uma forma de saber o que precisa para, a princípio, se manter no mercado e, posteriormente, poder crescer. Além das habilidades técnicas, específicas de cada área, nunca se esqueça das outras que permeiam todas as carreiras, como a capacidade empreendedora, de comunicação e de relacionamento.

    Nos tempos atuais, o contrato de trabalho deve ser considerado uma parceria, isto é, ambas as partes precisam ser úteis entre si. O profissional deve encarar o trabalho como um projeto, no qual ele contribui com o crescimento sustentável da empresa e em troca é recompensado através de um pacote de remuneração adequado às metas que conseguiu atingir. No fim das contas, a vida profissional é uma combinação de planejamento, posicionamento e postura.


    Elizabeth Soares
    é psicóloga com foco em desenvolvimento de pessoas
    Saiba mais clicando aqui.

    Sobre quais temas (da área de Carreira) você quer ler nesta seção? A psicóloga Elizabeth Soares aguarda suas sugestões no e-mail educacao_carreira@acessa.com

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.