• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    A esperança do Natal

    Nome do ColunistaJungley Torres 13/12/2019

    E, entrando na casa, acharam o menino com Maria, sua mãe, e, prostrando-se, o adoraram; e, abrindo os seus tesouros, lhe ofertaram dádivas: ouro, incenso e mirra. Mateus 2.11.

    Nestes dias que antecedem o Natal, data festiva religiosa cristã que tem em memória a celebração do nascimento de Cristo, que é também marcada pelo aumento da atividade econômica entre cristãos e não cristãos. Tal celebração tornou-se um acontecimento significativo e um período chave de vendas para os varejistas e para as empresas. Percebe-se nessa data, notoriamente, os shoppings lotados, ruas lotadas e avenidas decoradas, porém muitos corações carecem do verdadeiro sentido natalino e permanecem vazios.

    Quando os reis magos ficaram sabendo do nascimento do Messias, foram visitá-lo com presentes. Eles levaram dádivas de muito valor: Ouro, incenso e mirra. Os magos foram adorá-lo, porque o reconheciam como Ungido de Deus; a esperança não apenas de Israel, mas da humanidade. O ouro (que era ofertado aos reis) representa e o que temos de mais valioso: a nossa vida, a nossa saúde, os nossos talentos e as nossas virtudes, dados por Deus. O incenso e a mira (que eram ofertados aos sacerdotes) são especiarias que exalam o bom aroma, o perfume de nossa adoração e de nossas orações (Apocalipse 5.8).

    O fato é que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro. Mas isto não tem nenhuma importância, visto que a maravilha da Encarnação deve ser celebrada a cada dia. Nesta época, tipicamente, é bonito ver luzes, cores, fartura, ruas cheias de pessoas, avenidas decoradas, mas que em meio a esse cenário possamos também ver e exercitar o real sentido natalino em sua essência, sobretudo o AMOR.

    Que essa data chamada de Natal não seja apenas uma data festiva, e sim um modo de viver. A vida sem união é como um barco furado, um pássaro de asas quebradas, um navegante perdido no oceano sem fim. Que o Natal nos traga esperança, paz, união e muito amor.

    Desejo a todos os amigos, familiares e leitores aqui da coluna Acessa.com mais união, carinho, amizade, saúde, fé, e muito #amor. Que não nos limitemos a viver subjugados apenas ao que se apresenta a nós: os 365 dias de opressão, de bala perdida, de medo, miséria e solidão, mas que possamos nutrir esperança no nosso coração e exercitar o amor. Que possamos nessa data trazer à memória aquilo que nos dá esperança. Esperançar é se levantar, esperançar é ir atrás, esperançar é construir, esperançar é não desistir! Esperançar é levar adiante, esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo, esperança é fazer melhor sempre.

    Na esperança de dias melhores, desejo feliz Natal e próspero Ano Novo a todos. Que em cada coração árido ou concreto pulse uma semente de primavera.

    Jungley Torres

    Área de formação: Filosofia, Pedagogia e Teologia.

    Área de interesse: desdobramento dos aspectos ontológicos, existências, hermenêuticos, da subjetividade e fenomenologia. Estudo de discursos e saberes que constituem as práticas educativas; Educação e Linguagem, com enfoque no discurso pedagógico contemporâneo.

    Os autores dos artigos assumem inteira responsabilidade pelo conteúdo dos textos de sua autoria. A opinião dos autores não necessariamente expressa a linha editorial e a visão do Portal ACESSA.com

    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.