• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Uma escolha difícil para os estudantes Vestibulandos classificados em mais de uma instituição
    preferem a qualidade na hora de escolher seu curso

    Thiago Werneck
    *Colaboração
    10/07/2007

    Prestar vestibular em três universidades públicas e passar em todos. Um sonho para muitos e que pode render várias dúvidas para o estudante que concretizá-lo. Como fazer a escolha certa? Qualidade, custo e distância de casa formam as principais bases para esses alunos que tiveram sucesso em mais de um vestibular.

    O estudante, Jackson Miguel Monteiro de Barros (foto abaixo), viveu essa situação. Ele foi aprovado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), e Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). A dúvida aumenta pela escolha de cursos diferentes de Engenharia de Minas, Elétrica e Mecânica, respectivamente.

    Para Jackson, o leque de opções rendeu discussão em casa. A violência no Rio de Janeiro e a maior distância de Belo Horizonte foram empecilhos levantados pelos pais para que ele não saísse da cidade. "Foi muito difícil a escolha, mas acabei optando pela UFJF porque sou muito apegado a minha família. Foi decisão de última hora. Eles fizeram uma pressão e conseguiram me convencer a ficar em Juiz de Fora", conta Jackson.

    Lápis Hoje, ele concilia a faculdade com um cursinho, para tentar provas do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), e do Instituto Militar de Engenharia (IME). "Os cursos que quero também são no Rio, mas já têm local para morar dentro da instituição e por isso é outro papo. Aposto nesses dois cursos por causa da qualidade, mesmo já faculdade aqui em Juiz de Fora, quero algo ainda melhor" , revela Jackson.

    Já para o estudante de medicina, Iuri Tomaz Vasconcelos, a qualidade de vida e do curso foram essenciais para que ele optasse por Juiz de Fora ao invés do Rio de Janeiro. "Conhecia a qualidade do curso da UFJF e já morava aqui há três anos. Gosto da cidade, que é muita mais fácil de se viver do que no Rio. Aqui tenho mais liberdade, além de ter um menor custo de vida", explica.

    Iuri foi aprovado na UFJF e na Universidade Federal Fluminense (UFF) para o curso de medicina. Sua cidade natal Santa Rita de Minas fica a pouco mais de 300 km de Juiz de Fora. "Há tempos moro fora e acho fundamental optarmos pela qualidade. Já estava definido que era aqui em Juiz de Fora que eu iria estudar caso passasse no vestibular da UFJF", revela.

    Na hora de escolher entre a faculdade particular e a federal, a estudante de economia Glaucia Possas da Motta, também não teve dúvidas. "Fiz na particular para garantir que não ficaria mais uma ano no cursinho. Mas queria mesmo era passar na UFJF. Passei nas duas e hoje, faço o curso na federal. Cheguei até a pagar matrícula antes de sair o resultado, mas a faculdade particular foi minha segunda opção", conta a estudante.

    Lápis A qualidade também é apontada pelo professor Vinícius Batalha (foto ao lado) como fator fundamental para escolha. "Sem dúvida essa deve ser a prioridade na hora optar por faculdades diferentes. Mas cada caso tem sua particularidade: preço, distância da família, opção por determinado curso. Não há uma regra geral para a escolha dos alunos", destaca.

    Há casos em que o estudante opta por particular porque ela é a única que oferece o curso de interesse. Em outros porque acredita que a qualidade de cursos da PUC e da Fundação Getúlio Vargas (FGV), por exemplo, são superiores ao da federal. "É comum acontecer isso e mais difícil fica quando o aluno faz provas para mais de um curso. No final ele tem que optar pelo que mias gosta. Ele só pode imaginar isso quando tenta conhecer melhor a futura profissão", conta Vinícius.

    *Thiago Werneck é estudante de jornalismo da UFJF

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.