Terça-feira, 19 de dezembro de 2007, atualizada às 18h05

UFJF confirma eliminação de candidato do PISM II por levar celular para sala de prova e, pelo mesmo motivo, mais um estudante pode ser eliminado. UFJF ainda vai analisar o caso


Thiago Werneck
Repórter

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) eliminou do Processo de Ingresso Seletivo Misto (PISM) II, o candidato que levou o celular para dentro da sala de exames. Nessa quarta-feira, dia 19 de dezembro, outro estudante cometeu a mesma infração e também pode ser eliminado do processo de seleção.

O candidato já eliminado é homem, mora em Juiz de Fora e tem 18 anos. Assim como ele, o outro estudante ficou com o celular no local do exame e o aparelho tocou no momento da prova. A Comissão Permanente de Vestibular (Copese), provavelmente, deve ter a mesma atitude já que os casos são parecidos, mas vai anunciar sua decisão somente depois de informar pessoalmente o candidato sobre a penalidade.

O comunicado vai acontecer nessa quinta-feira, dia 20 de dezembro, momentos depois do início da prova. Dessa vez o incidente aconteceu durante os exames de história e matemática e o celular estava em uma sacola junto com os pertences do candidato, enquanto deveria ter sido levado para fora da sala de aula pelos ficais que recolheram os aparelhos de telefonia móvel.

O edital do processo de seleção proíbe que equipamentos eletrônicos sejam levados para o local de prova. A Diretoria de Comunicação da UFJF afirmou não ter a informação do local onde aconteceu a infração.

O incidente aconteceu mesmo depois dos constantes avisos sobre a maior rigidez das regras para os exames que valem vaga em 2008. O diretor de comunicação da UFJF, Kleber Ramos, alerta os demais candidatos. "Não insistam nesse erro, pode não ser por má fé, mas todos devem ficar atentos já que o edital prevê a eliminação do candidato", reforça.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.