Terça, 21 de agosto de 2007, atualizada às 18h

Servidores da UFJF fazem nova assembléia dia 24 de agosto


Priscila Magalhães
Repórter

Ao enviar a segunda proposta ao comando de greve no último dia 17, o Governo continuou alegando falta de verba no orçamento para corrigir as distorções existentes entre o aumento salarial das cinco categorias de servidores públicos.

O comando de greve do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFJF (Sintufejuf) ainda está analisando a proposta. Na próxima quinta-feira, 23 de agosto, acontece uma mesa de negociações no Ministério do Planejamento, em Brasília. O comando de greve e representantes do Ministério da Educação (MEC) e do Ministério do Planejamento estarão presentes para discutir a proposta e tentar chegar a um acordo.

Na sexta, 24 de agosto, uma assembléia acontece no RU Centro, às 9h para repassar o que será discutido em Brasília na quinta, já que a decisão de continuar ou de terminar a greve é feita em conjunto. Nesta terça, 24 de agosto, a greve dos servidores da UFJF completa 86 dias.

Comando de greve recebe esclarecimentos sobre o Reuni

Em assembléia nesta terça, o comando de greve do Sindicato assistiu a uma apresentação sobre o Projeto Reuni - plano de ação de reestruturação e expansão das Universidades.

Com o Reuni, o número de vagas das Universidades Federais deve dobrar em dez anos. De acordo com o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFJF, isso vai acontecer com o aumento do número de estudantes nas salas de aula, levando à queda na qualidade do ensino. Enquanto isso, o governo federal diz que mais professores serão contratados.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.