• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Terça-feira, 1º de abril de 2008 atualizada às 19h

    Sinpro/JF marca Assembléia em caráter de urgência e avisa que os professores vão paralisar as atividades na próxima sexta



    Daniele Gruppi
    Repórter

    Os professores municipais voltaram a se reuniram com a Prefeitura nesta terça-feira, dia 1º de abril, para discutir os índices de reajustes salariais. Sem negociação, por enquanto, as duas partes vão ter novo encontro amanhã, dia 2. Entretanto, o coordenador geral do Sindicato dos Professores de Juiz de Fora (Sinpro), Roberto Cupolilo, avisa que haverá paralisação das atividades na sexta-feira, dia 4, data em que acontece uma Assembléia Geral, às 15h, no Sindicato dos Bancários.

    A categoria reivindica reajuste de 10% no salário, mas, a Prefeitura com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) propõe apenas 4,5%, porcentagem corresponde ao período de inflação. Os professores pedem também a reestruturação da tabela do magistério com reajuste de 29%, o aumento da Ajuda de Custo e Valorização do Magistério de R$ 400 para R$ 600, a abertura de concurso para todas as disciplinas, o reajuste da gratificação por participação em reunião pedagógica de 6% para 10% do salário e a revogação do decreto que trata do atestado.

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.