Segunda-feira, 07 de abril de 2008 atualizada às 17h

Sinpro/JF continua as negociações com a Prefeitura nesta terça-feira



Daniele Gruppi
Repórter

O Sindicato dos Professores Municipais voltam a se reunir com a Prefeitura nesta terça-feira, dia 8 de abril. Vai estar em pauta a questão da modificação do decreto, que determina que os atestados médicos só podem ser emitidos por profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) ou credenciados pela Prefeitura, a contratação dos professores concursados e a abertura de novos concursos para todas as disciplinas.

O acordo com os servidores municipais foi estabelecido na última semana. Ficou acertado o reajuste salarial de 5,5%, baseado no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) do período mais 1% de ganho dos funcionários.

Segundo a assessoria do Sinpro, existem mais de trinta reivindicações. O Sindicato pretende solicitar também a construção e adaptação das salas, o cumprimento do Plano Decenal, que impõe regras para o número de alunos por turma, a criação de plano de carreira para o secretário escolar e o aumento das licenças remuneradas de 1% para 3%, que corresponde ao período dedicado ao aperfeiçoamento profissional.

"A campanha salarial continua mesmo após o prazo do período eleitoral. Existem outros pontos para serem tratados, além do reajuste que foi acertado. A expectativa é que todas as questões possam ser resolvidas logo", afirma o coordenador geral do Sindicato dos Professores de Juiz de Fora (Sinpro), Roberto Cupollillo.

Na última sexta-feira, dia 04 de abril, houve paralisação dos professores, com 80% de adesão da classe. A assessoria afirma que, por enqunato, não há previsão para novos movimentos.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.