UFJF vai nomear novos servidores em um mês Justiça negou o pedido de liminar pela suspensão
do concurso público realizado em abril


Fernanda Fernandes
Repórter
24/06/2008

A Justiça não acatou o pedido de liminar do Ministério Público que reivindicava a suspensão dos efeitos de homologação do concurso realizado pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) em abril deste ano.

Após a decisão da juíza da 3ª Vara da Justiça Federal, Silvia Elena Petry Wieser, que concluiu não haver indícios de irregularidades no concurso, a UFJF informou, em coletiva de imprensa, nesta terça-feira, dia 24 de junho, que pretende nomear os novos servidores dentro de um mês.

O pedido de liminar foi requerido pelo Ministério Público a partir de denúncias de fraude no concurso, que circularam principalmente pela internet. A principal delas acusava favorecimento a familiares de um membro da Comissão Permanente de Seleção (Copese).

Segundo a pró-reitora de recursos humanos da UFJF, Gessilene Zifler Foine (foto acima, à direita), as denúncias eram confusas quanto à atuação da comissão elaboradora do concurso e da Copese, que normalmente é responsável pelo vestibular e pelo Pism e, nesse caso, apenas prestou apoio logístico para aplicação das provas.

"Temos certeza da absoluta lisura de todo o processo", garante Gessilene, que explicou vários dos procedimentos de segurança adotados pela instituição, como o lacre das pastas com as provas assim que eram impressas e sua abertura na presença dos candidatos.

A decisão da juíza trata de uma medida cautelar, existindo, portanto, a possibilidade de que o Ministério Público entre com uma ação principal na Justiça. "Diante desses esclarecimentos, a universidade tem a expectativa de que a decisão seja considerada definitiva", afirma o secretário de assuntos jurídicos da UFJF, Nilson Pinto Leão.

Os candidatos aprovados no concurso devem manter atualizados o endereço para serem oficialmente convocados. A coordenadora de formação, análise e planejamento da Pró-Reitoria de Recursos Humanos, Kátia Maria Silva de Oliveira e Castro, informou que é praxe a análise de todos os documentos antes da nomeação, para que os novos servidores tenham tempo de se desligar de possíveis outros empregos dentro do prazo de um mês, previsto para a posse.

Os esclarecimentos quanto à documentação necessária serão divulgados no site da UFJF. Quem precisar atualizar o endereço pode fazê-lo pelo e-mail cefap.prorh@ufjf.edu.br, devendo, entretanto, levá-lo por escrito e assinado à Central de Atendimento da UFJF.

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.