• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Quarta-feira, 12 de maio de 2009, atualizada às 16h54

    Museu Ferroviário recebe inscrições para o concurso cultural
    O homem que amava o trem

    Clecius Campos
    Repórter
    Leia mais:

    Estão abertas as inscrições para o concurso cultural O homem que amava o trem, realizado pelo Museu Ferroviário de Juiz de Fora. Até o próximo dia 26 de junho, a instituição recebe imagens e redações inspiradas na história da extinta Rede Ferroviária Federal Sociedade Anônima (RFFSA).

    Estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental de escolas públicas e privadas da cidade concorrem na categoria imagem, podendo apresentar desenhos, colagens, pinturas ou gravuras baseadas no acervo do museu. Já os alunos que cursam do 6º ao 9º ano do fundamental e do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) deverão produzir textos fundamentados em depoimentos de pessoas idosas, especialmente ex-funcionários da RFFSA, que revelem histórias ligadas ao tema. As inscrições devem ser feitas nas escolas.

    De acordo com a diretora do Museu Ferroviário, Ana Maria Ribeiro de Oliveira, a ideia é aproximar crianças e adolescentes da história da ferrovia em Juiz de Fora, incentivando também o contato com os mais velhos. "Os benefícios para o aluno são a aproximação com o passado e o estímulo ao desenvolvimento das linguagens artística e literária. O museu ganha com o aumento da visitação e com a publicação de mais um registro histórico."

    Isso porque 12 imagens e 12 redações serão selecionadas e publicadas na agenda O homem que amava o trem, a ser lançada no segundo semestre deste ano. A Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa) deve editar mil exemplares. Os autores dos trabalhos escolhidos receberão kits de prêmios. Os professores orientadores e as escolas de origem terão direito a certificados.

    A expectativa é de que mais de dois mil estudantes participem do concurso em 2009, mesmo número de inscritos do ano passado. "A divulgação na internet, através do nosso blog, está chamando a atenção dos meninos. Estamos apostando nessa mídia para alcançar maior público."

    Escolas municipais

    Para que os alunos da rede municipal de ensino não sejam prejudicados devido ao período de greve, a diretoria do Museu Ferroviário deve expandir o prazo de inscrição desses trabalhos. De acordo com Ana Maria, a data especial deve ser divulgada assim que a paralisação terminar.

    Dicas

    Uma dica para quem quiser se preparar melhor para o concurso é visitar a mostra Homens que amavam o trem, aberta para visitação até o final deste mês. Nela, os estudantes podem ter acesso a fotografias de maquinistas, foguistas, controladores, eletricistas, graxeiros e agentes, entre outros profissionais que dedicaram suas vidas ao transporte ferroviário.

    Outra boa indicação é o site da Funalfa, onde é possível conhecer um pouco mais da história e ver imagens do museu sem sair de casa.

    Os textos são revisados por Madalena Fernandes

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.