• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação

    Trote marca primeiro dia letivo da UFJF Mais de 15,5 mil estudantes frequentarão os 52 cursos de graduação da universidade. Estimativa é que trânsito registre fluxo 10% maior nesta primeira semana

    Aline Furtado
    Repórter
    14/3/2011
    Trote

    Quem passou pelas ruas da região central de Juiz de Fora na manhã e na tarde desta segunda-feira, 14 de março, percebeu a presença de centenas de estudantes sujos e pedindo doações em dinheiro, todos recém-aprovados na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

    Para alguns, o conhecido trote proporciona a interação entre os novos alunos e os estudantes de outros períodos das faculdades. "Acabamos aproveitando o trote para conhecer outras pessoas, tanto os mais antigos quanto quem vai compartilhar os anos de faculdade com a gente", destaca a caloura do curso de Medicina, Taiane Pereira Detoni.

    De acordo com os calouros entrevistados pelo Portal ACESSA.com, a maioria dos veteranos estipulou o valor de R$ 100 a ser arrecadado pelos novos alunos, o que dificilmente seria alcançado, segundo alguns estudantes. "Já desisti. Vou embora sem arrecadar nada e não temo represálias, porque quem está aplicando o trote destacou que aqueles que não quisessem participar, não seriam obrigados", relata a aprovada para o curso de Pedagogia, Isabela Freitas. Assim como a estudante, a caloura de Medicina, Tatiana Egize Dias Pacífico, também teve dificuldades para arrecadar o valor estipulado. "A meta é R$ 100, mas em uma hora circulando pelas ruas, devo ter conseguido apenas R$ 10."

    Entre a população, há quem defenda e quem condene a prática. Para a dona de casa, Raquel Maciel, o trote deve ser aproveitado pelos novos alunos. "Eu sempre contribuo, porque sei do esforço deles para passar no vestibular. Acho que os calouros devem aproveitar o trote para comemorar a aprovação." Já a técnica em contabilidade, Maria Fernanda Penna, é contrária à doação. "Não colaboro, porque eles usam este dinheiro para festas e bebedeira."

    Para Raquel Ferraz, aprovada para o curso de Pedagogia, iniciativas solidárias devem ser incorporadas ao trote. "Não sou contra o trote, embora seja uma forma de os veteranos agirem de forma autoritária. Sou contrária à falta de respeito e aos abusos, mas iniciativas solidárias deveriam ser mais incentivadas", defende, lembrando que os estudantes de Pedagogia estão mobilizando os calouros para a doação de cadernos e gizes de cera, os quais serão repassados a instituições beneficentes.

    TroteO pró-reitor de Graduação da UFJF, Eduardo Magrone, ressalta que a instituição condena a prática abusiva do trote, proibindo sua aplicação no campus. "O trote, em si, não é condenável, visto que se trata de uma forma de saudação entre veteranos e calouros. Mas a UFJF não apoia o trote constrangedor e violento, que envolve a prática da esmola e violências físicas, como uso de violeta genciana, o ato de raspar o cabelo contra a vontade do aluno, além do uso de produtos químicos."

    O aluno que estiver ingressando na UFJF e se sentir prejudicado durante o trote pode registrar denúncia na Central de Atendimento, por telefone, e-mail ou de forma presencial. Após análise da reclamação, o veterano poderá ser advertido e até mesmo expulso da instituição.

    Mais de 15 mil estudantes

    O primeiro dia letivo do primeiro semestre da UFJF (clique e veja o calendário acadêmico 2011) marca a volta às aulas de 13,5 mil veteranos e mais, aproximadamente, dois mil novos alunos, aprovados por meio do Vestibular ou do Programa de Ingresso Seletivo Misto (Pism), distribuídos nos 52 cursos de graduação oferecidos pela universidade. "A expectativa é grande com relação ao curso. Espero crescer academicamente e poder contribuir para o crescimento do nosso país", destaca a caloura de Pedagogia, Bárbara Kelmer Muller.

    Com o maior número de estudantes na cidade, os cerca de 180 mil veículos que circulam, diariamente, por Juiz de Fora devem apresentar incremento equivalente a 10%, de acordo com previsão da Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra). "Esperamos que este aumento ocorra apenas nos primeiros dias de aula, que é quando os pais de cerca de 25% de novos alunos, que são de outros municípios, estão na cidade", destaca o chefe do Departamento de Fiscalização da Settra, Jorge Lima.

    Os principais pontos de retenção deverão ser registrados nas proximidades do Pórtico Norte, no bairro São Pedro. Com a volta às aulas, as linhas de transporte coletivo que atendem ao campus universitário, 525, 535 e 555, voltam a circular, oferecendo oito veículos efetivos e 16 carros extras, distribuídos em horários de pico.

    Confirmação de matrícula

    Os novos universitários devem efetuar a confirmação de matrícula nesta segunda-feira, 14, na quinta-feira, dia 17, ou na sexta-feira, dia 18, entre as 8h e as 11h30 ou entre as 13h30 e as 19h, no Anfiteatro da Reitoria. É necessário apresentar documento de identificação e comprovante de matrícula. A medida serve como garantia de ingresso do estudante na instituição. Caso não haja confirmação, o aluno será considerado desistente e a vaga será destinada à lista de excedentes.

    Calourada

    Para recepcionar os novos alunos, a UFJF montou uma programação especial. Entre os dias 21 e 25 de março, será realizada uma série de bate-papos e palestras com representantes de vários setores da universidade. Serão abordados temas como estágio, bolsas, intercâmbio e empresas juniores. Os encontros serão realizados no Anfiteatro da Reitoria, onde haverá sorteio de brindes. Na mesma semana, nos dias 21, 23 e 25, serão realizadas visitas-guiadas ao campus, em pontos como o Restaurante Universitário e a Faculdade de Educação Física e Desportos (Faefid).

    No dia 22, as boas-vindas aos novos estudantes serão dadas no Cine-Theatro Central, com a realização do show de recepção, com a dupla Alan e Allison. Os convites deverão ser retirados nos dias 14 e 17, durante a confirmação de frequência. No dia 24, das 9 às 14h, no Anfiteatro da Reitoria, será realizada uma campanha de doação de sangue, em parceria com o Hemominas. Toda comunidade acadêmica poderá participar do ato.

    Os textos são revisados por Thaísa Hosken

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.