Juiz-foranos participam de ato em defesa da educação e da cultura Ato no Calçadão da rua Halfeld integrou a jornada nacional de lutas organizada pela UEE e UNE, por várias cidades do Brasil

Envie a sua foto pelo link SUA NOTÍCIA, clique aqui
23/3/2011

ato em prol da educação e da cultura

Um ato realizado nesta quarta-feira, 23 de março, no Calçadão da rua Halfeld, integrou a jornada nacional de lutas organizada pela União Estadual dos Estudantes (UEE) e União Nacional dos Estudantes (UNE), por várias cidades do Brasil. Os estudantes pedem mais investimentos para a área educacional, reivindicando que 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro sejam investidos na educação em todos os seus níveis. Outra pauta de reivindicação é sobre a tramitação da Proposta Emenda Constitucional (PEC) do Pré-sal municipal, que cria o Fundo Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social. Os estudantes querem 50% para Educação, Meio Ambiente e Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia.

Para a responsável pelo setor de comunicação do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Carina Scaldini, a educação em Juiz de Fora ainda tem muito para melhorar. "É preciso atentar para a situação dos professores, que são alvos de violência nas escolas. Além disso, é preciso melhorar o repasse de recursos para as escolas. Muitas instituições são alvos de gangues. A situação é ainda pior em bairros mais distantes da área central."

Na cidade, o ato também chamou atenção para projetos que querem proibir a realização de festas raves na cidade. "Não é proibindo que se resolve o problema. Em várias festas rolam drogas. O ideal seria atuar com a prevenção e a conscientização dos jovens." Além disso, eles lutam para que sejam implementado novas políticas para o transporte público de Juiz de Fora.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.