Segunda-feira, 25 de julho de 2011, atualizada às 18h30

Prefeitura de Chácara vai economizar R$ 250 mil em festas para construir escola de ensino fundamental

Jorge Júnior
Repórter
chacara

A Prefeitura Municipal de Chácara vai economizar cerca de R$ 250 mil após optar pelo cancelamento de duas festas tradicionais, a exposição agropecuária e o torneio leiteiro, que iam ocorrer no município, entre os dias 23 e 28 de agosto. A decisão foi tomada visando priorizar a construção de uma escola, que vai atender alunos do ensino fundamental (imagem ao lado).

De acordo com o prefeito da cidade, Hitler Vagner Cândido de Oliveira, a ação foi tomada em conjunto com os outros representantes da prefeitura. "Foi uma determinação muito difícil porque sabemos da importância desses dois eventos para a região", diz. Segundo o prefeito, a resolução foi porque a Escola Municipal Prefeito Nilton Bretas e Escola Estadual Barão do Retiro, que estão em regime de co-habilitação, não possuem um espaço adequado para atender a demanda da localidade.

Oliveira afirma que, como a prefeitura não dispõe de verbas para eventos, o ideal foi suspender os gastos extras para acelerar as obras do colégio, que irá proporcionar aos jovens da região um futuro melhor. "A decisão foi tomada com os produtores rurais da cidade, que já estavam preparando-se para a festa há cerca de 30 dias. Mas, como colocamos a  situação abertamente, 99% das pessoas aceitaram a ideia."

De acordo com Oliveira, o custo total da escola é de R$ 1, 5 milhão, e que, para receber os recursos por meio de parcerias e apoio do Governo Federal e Estadual, a prefeitura terá que disponibilizar 40% do total para que a obra seja concluída. "Vamos tocar a primeira etapa da construção com recursos próprios, que giram em torno de R$ 560 mil. Os outros investimentos virão por meio de parcerias e projetos." O prefeito acredita que até março de 2012 as obras serão concluídas.

As obras do Complexo Escolar tiveram início em fevereiro deste ano, com a construção de uma piscina semi-olímpica, no valor de R$ 165 mil. Além disso, está prevista, para as próximas semana, a pavimentação da rua Praça Almirante Barosso, que dá acesso à nova sede da escola, custeada em R$ 127 mil. A expectativa, segundo Oliveira, é de que o edital de licitação da empresa, que vai dar continuidade ao projeto, saia nos próximos meses. O projeto prevê 11 salas de aula, três pavimentações, quadra, piscina e auditório com 112 lugares.

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.