• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Quarta-feira, 19 de dezembro de 2012, atualizada às 15h40

    Federais de Viçosa e Uberlândia têm cursos com o vestibular vetado pelo MEC

    Da Redação
    Entrevista ministro da educação

    As Universidades Federais de Viçosa (UFV) e Uberlândia (UFU), ambas mineiras, tiveram seus vestibulares proibidos de serem realizados no próximo ano pelo Ministério da Educação (MEC). A informação foi publicada nesta quarta-feira, 19 de dezembro, no Diário Oficial da União. No total, a lista compreende 200 cursos com índice insatisfatório no Conceito Preliminar de Cursos (CPC) em 2008 e 2011. O processo leva em consideração, ainda, o Índice Geral de Cursos (IGC). Ao todo, o ingresso para 38.794 vagas estará suspenso.

    Na última terça-feira, 18, o MEC havia informado que 207 cursos seriam punidos, e os outros sete fazem parte da Universidade São Marcos, descredenciada da instituição em junho deste ano. Na avaliação, o indicador demonstra, em uma escala de 1 a 5, itens como infraestrutura do curso e a titulação dos docentes. Neste caso, os conceitos 1 e 2 são considerados insatisfatórios, e as instituições e cursos ficam sujeitos a medidas de regulação e supervisão.

    Todas as instituições que tiraram nota 1 e 2 serão convocadas a estabelecer um protocolo de compromisso junto ao MEC e terão que gerar relatórios a cada dois meses sobre o andamento das mudanças. Elas terão 60 dias para cumprir as exigências relacionadas ao corpo docente, como contratar novos mestres ou doutores, por exemplo; e 180 dias para se adequar na questão da infraestrutura, como criação ou reforma de laboratórios ou bibliotecas.

    Cursos federais vetados

    Entre as universidades mineiras, o curso de geografia da UFV e o de ciências sociais da UFU foram os vetados. No total, outras quatro universidades federais também foram incluídas na lista com cursos ruins: Universidade Federal do Pará (engenharia mecânica, pedagogia, e letras), Universidade Federal Fluminense (ciências sociais e arquitetura e urbanismo), Universidade Federal de Pernambuco (engenharia cartográfica) e Universidade Federal de Roraima (matemática). Confira a lista completa.

    De acordo com o MEC, esta é a primeira vez em que um ciclo de avaliação é fechado, sendo que o CPC foi criado em 2008. A partir dos próximos anos, a mesma punição será adotada para os cursos mal avaliados seguidamente pela pasta.

    Os textos são revisados por Juliana França

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Publicitário

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.