• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Quarta-feira, 29 de junho de 2016, atualizada às 19h16

    Comunidade granberyense faz manifestação contra atual gestão

    Da Redação

    Na noite desta quarta-feira, 29 de junho, alunos, ex-alunos e funcionários do Instituto Metodista Granbery fizeram uma manifestação, intitulada Eia, Avante, Granberyens. No Facebook, o grupo organizador solicitou que a comunidade granberyense fosse vestida de preto para que "possamos, juntos, lutar contra esse modelo de gestão e preservar nossos princípios."

    Pelas redes sociais, diversos de alunos se manifestaram e abraçaram a causa. Em nota, a Associação Dos Granberyenses explicou que "nós, que vivenciamos o dia a dia do Granbery, temos enfrentado um dos momentos mais difíceis da história da instituição. A Rede Metodista de Ensino tem feito, por meio do interventor Walker Soares, movimentos que desrespeitam o trabalho e a comunidade granberyense. O Granbery sempre se dispôs a colaborar com a Rede, seja financeiramente (contribuindo com o caixa central), seja através do esforço de seus funcionários (prova disso é que boa parte do funcionamento da Rede teve origem nos departamentos internos do Granbery). O Granbery – bem como as outras instituições metodistas – sempre trabalhou em conjunto. E se há um lugar onde a união e a cooperação são realmente símbolos de força, este lugar é o Granbery. A crise instaurada não é financeira nem acadêmica. O Granbery é a instituição mais próspera da Rede Metodista. As contas estão em dia. O Colégio, além de se destacar na cidade (4º lugar no ENEM), é o primeiro colocado no ranking das escolas metodistas. Os cursos da FMG estão entre os mais bem conceituados do estado, quando não do país. A crise é política. Desde a chegada do Sr. Walker, a comunidade vivencia dias desgastantes. Coordenadores, professores e funcionários sentem-se assediados com os constantes desmandos, e têm se esforçado para manter o trabalho honesto e eficiente. Desrespeitos, ameaças, demissões injustificadas, assédio moral, descumprimento dos compromissos financeiros com fornecedores, entre outras tantas atitudes antiéticas no cotidiano dos granberyenses, levaram a comunidade a limites morais que não podiam ser ignorados."

    A nota destaca, ainda, que o movimento conta com o apoio integral dos professores e funcionários, que não suportam mais trabalhar nessas circunstâncias.

    Nesta quinta-feira, às 11h, por meio da assessoria, o diretor da Faculdade Metodista Granbery Walker Soares do Nascimento destacou que "A Faculdade Metodista Granbery tem vivenciado alguns momentos de tensão provocados por um pequeno grupo de colaboradores, o que tem sido veiculado em algumas redes sociais, o que nos leva a apresentar este comunicado aos amigos e amigas do Granbery. A situação econômica e financeira do país tem obrigado as instituições educacionais a promoverem uma série de ajustes para garantir a sustentabilidade de seu projeto acadêmico-pedagógico. O Instituto Metodista Granbery é uma das Instituições Educacionais Metodistas que, no seu conjunto, têm mais de 45 mil estudantes matriculados na Educação Básica e na Educação Superior. Ao longo dos seus 127 anos, o Instituto Metodista Granbery atravessou diversos momentos de crise, sempre superados pela dedicação de estudantes, familiares, funcionários técnico-administrativos e professores, bem como o apoio da comunidade de Juiz de Fora e outros municípios. Sabemos que nem sempre os ajustes agradam a todos os envolvidos, pois significam, muitas vezes, deixar de contar com a colaboração de bons profissionais, alguns com muitos anos como empregados no mesmo local. Há também funções que passaram a ser desempenhados de forma mais otimizada, no âmbito da Central de Serviços Compartilhados das Instituições Educacionais Metodistas. São medidas essenciais à saúde econômico-financeira institucional. O objetivo maior é garantir a sustentabilidade, com qualidade, das relações de ensino e aprendizagem para que possamos continuar a bela história que tem marcado essa instituição. A Direção da Faculdade Metodista Granbery tem recebido o apoio de vários setores, seja por parte da comunidade interna, amigos e amigas do Granbery que residem em Juiz de Fora e outras cidades, granberyenses que por aqui deixaram suas marcas, bem como da Igreja Metodista. As portas da Direção da Faculdade Metodista Granbery encontram-se abertas ao diálogo respeitoso, ético e que garanta o exercício da cidadania. Contamos com seu apoio para evitar que manifestações, algumas vezes espúrias, possam prejudicar a caminhada do Granbery."


    Resistência a gente vê por aqui! #granbery #granberyemluta #granberyenses <3

    Um vídeo publicado por Alessandra Macedo (@alessandramacedol) em

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Conteúdo Recomendado

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.