• Assinantes
  • Autenticação
  • Educação
    Quarta-feira, 26 de outubro de 2016, atualizada às 16h05

    Estudantes ocupam o Colégio João XXIII por 48 horas

    Da redação
    foto

    No início da manhã desta quarta-feira, 26 de outubro, os alunos do Colégio de Aplicação João XXIII ocuparam o prédio da instituição, no bairro Santa Helena. Os estudantes protestam contra a aprovação da PEC 241, que pretende congelar os gastos do Governo federal pelos próximos 20 anos para saúde e educação, e a Medida Provisória 746/2016, que defende reformas no Ensino Médio. O ato começou por volta das 8h30 e terá duração, inicialmente, de 48 horas, conforme informou o presidente do Grêmio Estudantil Colégio Educação João XXIII, Yuri Vieira do Vale, 17 anos. A programação das atividades da ocupação estão sendo divulgadas na página no Facebook Ocupa João.

    Vale explica o diálogo para iniciar a ocupação começou há três semanas. “Temos apoio dos agentes escolas, que são a Associação dos Pais, professores em geral. Nós que temos lutar e ficar a frente disso. Foi tudo muito bem debatido, ao longo desta semana a gente definiu comissão responsável por higiene, por segurança, comunicação externa, interna, além de decidir todos tramiteis legais para fazer acontecer esta ocupação de fato”, explica o presidente do Grêmio, lembrando que este é o primeiro ato de desobediência organizada de Juiz de Fora, contra a PEC 241 e MP do Ensino Médio. Na terça, 25, os alunos participaram do lançamento da Frente Escola Sem Mordaça, que pretende debater com a sociedade sobre as matérias relacionadas a educação.

    Segundo a assessoria de comunicação do Colégio João XXIII as atividades escolares do período da tarde do Ensino Fundamental estão acontecendo normalmente. A diretoria elabora documento que será enviado para os pais, informando sobre a ocupação, para que as atividades escolares sejam suspensas na quinta-, 27.

    Durante o período de ocupação, o Grêmio Estudantil pretende estimular atividades de arte, cultura e grupos de estudos. “Mantemos diálogo com as ocupações do Paraná e São Paulo que estão dando apoio mandando cartilhas, dicas e orientando sobre como realizar um movimento que tenha força e representatividade aqui também”, completa Yuri.

    Integrantes do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) vão se reunir às 17h30 em assembleia para discutir se haverá ocupação semelhante no campus.


    A Melhor Internet Está Aqui

    Conheça nossos planos e serviços

    (32) 2101-2000

    A melhor internet está aqui!

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.