Quarta-feira, 5 de dezembro de 2012, atualizada às 18h20

Cartinhas do Papai Noel dos Correios podem ser adotadas até sábado

Andréa Moreira
Repórter
Casinha do Papai Noel dos Correios

As pessoas que ainda não adotaram uma cartinha do Papai Noel dos Correios têm até sábado, 8 de dezembro, para comparecer à Casinha montada na agência da rua rua Marechal Deodoro, 470, Centro. Entre os principais pedidos estão brinquedos, material escolar e roupas, como destaca a gestora do Espaço Cultural dos Correios, Sueli Navarro. "Todo ano existe uma variedade de pedidos, mas este ano estes itens estão no topo."

A gestora também destaca que a campanha de 2012 está prestes a superar as outras edições. "Em 2011, tivemos um recorde, com 8.200 cartas adotadas e, até esta quarta-feira, já conseguimos apadrinhar 7.920 cartinhas. Então, acredito que até sábado esse número seja superado."

Uma das participantes da campanha é a estudante Maria Carla de Almeida Rubio. "Fiquei sabendo do projeto por uma amiga. Nunca tinha ouvido falar. Então resolvi adotar duas cartinhas, uma pedindo boneca e material escolar, já a outra, um laço para o cabelo," emocionada, a estudante revela que ficou tocada com as mensagens que leu. "Li tantas cartas, mas me encantei por essas. Uma até possui o desenho da mão da menininha."

O empresário Luiz Cássio, que participa da campanha pelo segundo ano, revela que escolheu uma chuteira. "Vagando pelos campos de várzea, vejo muitas crianças jogando bola descalças. Quem sabe estarei contribuindo para o surgimento de mais um craque no país," aposta o empresário, lembrando do motivo principal que o trouxe à Casinha do Papai Noel. "Eu tenho filhos, e graças a Deus posso dar o que eles querem. Acho que devemos compartilhar o que temos."

Já a estudante Lívia Silveira foi além do ato de adotar uma carta. Ela revela que a mãe já participa há muitos anos do projeto, então, resolveu montar uma página em uma rede social para conseguir mais voluntários. "Até o momento, já temos cerca de dez pessoas dispostas a adotar uma cartinha. Vim aqui, juntamente com meus amigos, e escolhemos algumas cartas e ainda vamos levar outras, que serão entregues para outras pessoas." A cartinha escolhida pela estudante também traz um pedido inusitado. "A criança está pedindo brinquedo e uma calça comprida. É nessas horas que percebemos que temos muito e muitas pessoas têm tão pouco."

A gestora do Espaço Cultural dos Correios, ressalta que as doações devem ser realizadas até as 12h deste sábado, 8. "Quem optar por pegar a cartinha sábado, tem que saber que deverá entregar o presente até esse dia. A doação pode ser feita em qualquer agência dos Correios."

Os textos são revisados por Juliana França

Quarta-feira, 5 de dezembro de 2012, atualizada às 18h20

Cartinhas do Papai Noel dos Correios podem ser adotadas até sábado

Andréa Moreira
Repórter
Casinha do Papai Noel dos Correios

As pessoas que ainda não adotaram uma cartinha do Papai Noel dos Correios têm até sábado, 8 de dezembro, para comparecer à Casinha montada na agência da rua rua Marechal Deodoro, 470, Centro. Entre os principais pedidos estão brinquedos, material escolar e roupas, como destaca a gestora do Espaço Cultural dos Correios, Sueli Navarro. "Todo ano existe uma variedade de pedidos, mas este ano estes itens estão no topo."

A gestora também destaca que a campanha de 2012 está prestes a superar as outras edições. "Em 2011, tivemos um recorde, com 8.200 cartas adotadas e, até esta quarta-feira, já conseguimos apadrinhar 7.920 cartinhas. Então, acredito que até sábado esse número seja superado."

Uma das participantes da campanha é a estudante Maria Carla de Almeida Rubio. "Fiquei sabendo do projeto por uma amiga. Nunca tinha ouvido falar. Então resolvi adotar duas cartinhas, uma pedindo boneca e material escolar, já a outra, um laço para o cabelo," emocionada, a estudante revela que ficou tocada com as mensagens que leu. "Li tantas cartas, mas me encantei por essas. Uma até possui o desenho da mão da menininha."

O empresário Luiz Cássio, que participa da campanha pelo segundo ano, revela que escolheu uma chuteira. "Vagando pelos campos de várzea, vejo muitas crianças jogando bola descalças. Quem sabe estarei contribuindo para o surgimento de mais um craque no país," aposta o empresário, lembrando do motivo principal que o trouxe à Casinha do Papai Noel. "Eu tenho filhos, e graças a Deus posso dar o que eles querem. Acho que devemos compartilhar o que temos."

Já a estudante Lívia Silveira foi além do ato de adotar uma carta. Ela revela que a mãe já participa há muitos anos do projeto, então, resolveu montar uma página em uma rede social para conseguir mais voluntários. "Até o momento, já temos cerca de dez pessoas dispostas a adotar uma cartinha. Vim aqui, juntamente com meus amigos, e escolhemos algumas cartas e ainda vamos levar outras, que serão entregues para outras pessoas." A cartinha escolhida pela estudante também traz um pedido inusitado. "A criança está pedindo brinquedo e uma calça comprida. É nessas horas que percebemos que temos muito e muitas pessoas têm tão pouco."

A gestora do Espaço Cultural dos Correios, ressalta que as doações devem ser realizadas até as 12h deste sábado, 8. "Quem optar por pegar a cartinha sábado, tem que saber que deverá entregar o presente até esse dia. A doação pode ser feita em qualquer agência dos Correios."

Os textos são revisados por Juliana França

-
Quarta-feira, 5 de dezembro de 2012, atualizada às 18h20

Cartinhas do Papai Noel dos Correios podem ser adotadas até sábado

Andréa Moreira
Repórter
Casinha do Papai Noel dos Correios

As pessoas que ainda não adotaram uma cartinha do Papai Noel dos Correios têm até sábado, 8 de dezembro, para comparecer à Casinha montada na agência da rua rua Marechal Deodoro, 470, Centro. Entre os principais pedidos estão brinquedos, material escolar e roupas, como destaca a gestora do Espaço Cultural dos Correios, Sueli Navarro. "Todo ano existe uma variedade de pedidos, mas este ano estes itens estão no topo."

A gestora também destaca que a campanha de 2012 está prestes a superar as outras edições. "Em 2011, tivemos um recorde, com 8.200 cartas adotadas e, até esta quarta-feira, já conseguimos apadrinhar 7.920 cartinhas. Então, acredito que até sábado esse número seja superado."

Uma das participantes da campanha é a estudante Maria Carla de Almeida Rubio. "Fiquei sabendo do projeto por uma amiga. Nunca tinha ouvido falar. Então resolvi adotar duas cartinhas, uma pedindo boneca e material escolar, já a outra, um laço para o cabelo," emocionada, a estudante revela que ficou tocada com as mensagens que leu. "Li tantas cartas, mas me encantei por essas. Uma até possui o desenho da mão da menininha."

O empresário Luiz Cássio, que participa da campanha pelo segundo ano, revela que escolheu uma chuteira. "Vagando pelos campos de várzea, vejo muitas crianças jogando bola descalças. Quem sabe estarei contribuindo para o surgimento de mais um craque no país," aposta o empresário, lembrando do motivo principal que o trouxe à Casinha do Papai Noel. "Eu tenho filhos, e graças a Deus posso dar o que eles querem. Acho que devemos compartilhar o que temos."

Já a estudante Lívia Silveira foi além do ato de adotar uma carta. Ela revela que a mãe já participa há muitos anos do projeto, então, resolveu montar uma página em uma rede social para conseguir mais voluntários. "Até o momento, já temos cerca de dez pessoas dispostas a adotar uma cartinha. Vim aqui, juntamente com meus amigos, e escolhemos algumas cartas e ainda vamos levar outras, que serão entregues para outras pessoas." A cartinha escolhida pela estudante também traz um pedido inusitado. "A criança está pedindo brinquedo e uma calça comprida. É nessas horas que percebemos que temos muito e muitas pessoas têm tão pouco."

A gestora do Espaço Cultural dos Correios, ressalta que as doações devem ser realizadas até as 12h deste sábado, 8. "Quem optar por pegar a cartinha sábado, tem que saber que deverá entregar o presente até esse dia. A doação pode ser feita em qualquer agência dos Correios."

Os textos são revisados por Juliana França