• Assinantes
  • Educação
    Segunda-feira, 25 de setembro de 2017, atualizada às 8h15

    UFJF abre edital para contratação de professor visitante brasileiro e estrangeiro

    Da redação

    A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) abriu edital de processo seletivo simplificado para contratação de professor visitante e/ou professor visitante estrangeiro, com vagas para os campi Juiz de Fora e Governador Valadares.

    As inscrições serão realizadas em três chamadas: a primeira ocorre de 26 de setembro a 11 de outubro; já a segunda acontece entre os dias 22 de fevereiro de 2018 e 9 de março do ano que vem; por sua vez, a terceira chamada vai de 23 de maio a 8 de junho de 2018.

    A primeira chamada de inscrições será para todas as seleções constantes do Anexo I do edital. Para a segunda e terceira chamadas, será publicado novo edital com as seleções, conforme o Anexo I, para as vagas que não tiverem sido preenchidas.

    O candidato deverá acessar este link e preencher eletronicamente os campos do formulário de requerimento de inscrição com os dados solicitados. Somente será permitida a submissão de inscrições com a apresentação de documentos, plano de trabalho e currículo, em língua portuguesa ou inglesa. Não será cobrada taxa de inscrição.

    Os candidatos poderão se inscrever para concorrer a uma vaga de professor visitante (se brasileiro) ou professor visitante estrangeiro (se estrangeiro), em regime de contratação por tempo determinado. São 41 vagas, distribuídas entre o mesmo número de Programas de Pós-graduação (PPGs), sendo 40 para o campus-base e uma destinada ao campus avançado.

    O professor visitante nacional ou estrangeiro deverá atuar na melhoria da qualidade da pós-graduação, podendo ministrar aulas, orientar alunos, cooperar na elaboração de projetos de captação de recursos nas agências nacionais e internacionais, bem como na produção de artigos a serem submetidos a revistas de alto fator de impacto. o selecionado também deverá ser capaz de expandir as atividades de internacionalização, viabilizar o intercâmbio científico e tecnológico e a participação em redes de pesquisa – prioritariamente internacionais.

    Para se inscrever, os candidatos deverão atender a requisitos de titulação e competência profissional, tais quais, como: possuir título de doutor, no mínimo, há cinco anos; ser docente ou pesquisador de reconhecida competência em sua área; e ter produção científica relevante, preferencialmente nos últimos cinco anos, ou ter reconhecido renome em sua área profissional.

    O candidato estrangeiro que não possuir o diploma de doutorado reconhecido e registrado por universidade brasileira deverá requerer, quando da inscrição, a avaliação de equivalência, que será analisada pelo Comitê de Avaliação de Professor Visitante, designado pelo Conselho Setorial de Pós-Graduação e Pesquisa (CSPP). Não serão admitidos professores aposentados da UFJF.

    Recursos

    A decisão inicial sobre o deferimento do reconhecimento do renome na área profissional e da avaliação de equivalência do diploma de doutorado de candidato estrangeiro, de competência do CSPP, será divulgada na página do concurso, de acordo com o cronograma previsto para cada uma das três chamadas de inscrições.

    Os recursos deverão ser interpostos nos dias 19 de outubro de 2017 (para a primeira chamada); 22 de março de 2018 (para a segunda); e 21 de junho de 2018 (para a terceira chamada de inscrições).

    A decisão final será divulgada em 24 de outubro de 2017 (para a primeira chamada);

    2 de abril de 2018 (para a segunda) e 29 de junho de 2018 (para a terceira chamada de inscrições).

    A distribuição das vagas por PPG está prevista no Anexo I do edital.

    O contrato

    O contrato de trabalho do professor visitante poderá ser de 20 ou 40 horas semanais, com dedicação exclusiva. No caso de professor visitante estrangeiro será admitido somente o contrato em dedicação exclusiva.

    A remuneração do professor visitante e do professor visitante estrangeiro será estabelecida com base na qualificação e experiência do candidato a ser contratado, observada a correspondência com as faixas de remuneração do plano de carreiras e cargos do Magistério Federal, podendo se dar nas seguintes classes e níveis: classe C (adjunto) nível 1; classe D (associado) nível 1; e classe E (titular).

    O processo de seleção

    A seleção se dará por processo seletivo simplificado, constando de prova de títulos e de análise do Plano de Trabalho a ser desenvolvido.

    A prova de títulos tem caráter classificatório e eliminatório, cuja nota deve ser igual ou superior a sete. Já a avaliação do plano de trabalho tem caráter classificatório e eliminatório, e sua nota também deve ser igual ou superior a sete.

    O melhor provedor de internet de
    Juiz de Fora

    ACESSA.com

    Banda larga na sua casa a partir de R$29,90

    Conheça nossos planos

    (32) 2101-2000

    Envie Sua Notícia

    Se você possui sugestões de pauta, flagrou algum fato curioso ou irregular, envie-nos um WhatsApp

    +55 32 99915-7720

    Comentários

    Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.