Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010, atualizada às 12h46

Tupi e Democrata se enfrentam neste domingo com desfalques

Clecius Campos
Repórter

O Tupi e o Democrata entrarão em campo no próximo domingo, 28 de fevereiro, com dois desfalques cada. O jogo ocorre no Estádio José Mammoud Abbas, a partir das 16h. O Carijó vai disputar a partida da 7ª rodada do Campeonato Mineiro sem o meia Gedeon, que cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo, e sem o lateral-direito, Marcelinho, com lesão no ligamento do joelho esquerdo.

De acordo com o técnico do Tupi, Leonardo Condé, as dúvidas sobre as substituições a serem feitas já foram resolvidas com a série de treinos ao longo da semana. Segundo Condé, todo o trabalho do Tupi foi focado na ausência dos jogadores. "Foram trabalhadas situações táticas e técnicas, além de finalizações, treinamentos específicos para cada posição e a recuperação do desgaste dos jogadores."

Porém, o treinador faz mistério sobre os nomes. "A intenção é manter uma base forte para ganhar conjunto. Não adianta lamentar esse tipo de desfalque, tão comum no futebol. Temos bons reservas, como o Samuel e o Assis que entraram bem nas últimas partidas."

Democrata entra sem Marcel e Alex

O Democrata entra em campo sem o volante Marcel e sem o lateral Alex, suspensos após o terceiro cartão amarelo. Para Condé, a notícia é encarada com normalidade. "Todo time tem duas ou três boas peças de reposição. Apesar de serem dois bons jogadores, acredito que as substituições que ocorrerão lá farão pouca diferença." Condé considera o jogo difícil.

Os árbitros da partida serão Ricardo Marques Ribeiro com o apito e Marcos Vinícius Gomes e Marcone Helbert Vieira no auxílio com as bandeiras. Edson de Oliveira Rodrigues é o quarto árbitro.

Os textos são revisados por Madalena Fernandes