Obras modernistas têm mais chance de cair no vestibular O número de livros no edital da UFJF é grande e todos devem
ser lidos, apesar de nem sempre todos serem cobrados nas provas

Renata Solano
*Colaboração
16/05/2008

A seleção de obras literárias para os estudantes que pretendem prestar os exames para ingresso na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) já foi divulgada no site da instituição, como a equipe da ACESSA.com informou em fevereiro deste ano.

Cada módulo do Programa de Ingresso Seletivo Misto, bem como o vestibular tradicional, conta com obras de poesia e com livros de prosa e ficção de autores consagrados como Machado de Assis e Jorge Amado.

Segundo o professor de literatura, Marcelo Vidal de Mendonça (no vídeo e na foto abaixo), a maior dificuldade dos alunos é com as antologias poéticas. "Uma linguagem mais sofisticada e mais rebuscada não faz com que a maioria dos alunos se interesse. Hoje, estamos na sociedade da informação, do imediatismo, do hipertexto, e a poesia é muito complicada para envolver os alunos", comenta.

Mendonça comenta, ainda, que o papel do professor é fundamental para o envolvimento do aluno e para o aprendizado. "Nós precisamos despertar dentro deles o lado sensível para que compreendam o que a poesia quis transmitir. Além do mais, as dicas dadas dentro da sala de aula são muito importantes para a formação Foto de estante de livros intelectual e para o preparo do estudante para realizar um bom exame", afirma.

O número de obras que está no edital é grande, mas o professor afirma que nem sempre caem todas as obras. "Se está no edital, a banca pode colocar qualquer um dos livros pedidos, mas há uns cinco anos percebemos a tendência em cobrar Camões sempre, e como está no edital para o Pism II, com certeza está dentro. Para o vestibular, a preferência é por obras modernistas", observa.

Anote algumas dicas

Mendonça afirma que freqüentar as aulas é essencial para quem deseja fazer uma boa prova de literatura. "O número de autores é grande, mas temos que nos adequar ao programa, não tem jeito. A sorte é que a literatura não trabalha tantas novidades com os jovens, pois o conhecimento de mundo e da língua portuguesa já facilitam o processo. Não tem outro jeito de se dar bem em um exame sem assistir às aulas e sem ler os livros", define.

Foto de estante de livros Segundo o professor, muitos alunos tentam suprir a necessidade da leitura através de resumos. "Esse é o famoso jeitinho brasileiro ao qual estamos acostumados, mas não adianta tapar o sol com a peneira, o que cai no vestibular é o que escreveu o autor e não a pessoa que desenvolveu o resumo, a resenha ou o fichamento", alerta.

Para ele, os resumos são muito importantes para complemento do estudo, para lembrar a leitura na véspera da prova e para esclarecer dúvidas que ficaram depois do estudo das obras. "No dia da prova é preciso ter tranqüilidade e segurança, por isso, muitos alunos se sentem mais confortáveis quando lêem o resumo e relembram a matéria. Além disso, participar dos simulados oferecidos no cursinho é fundamental para medir as carências do aluno", defende.

Confira o Programa

Módulo I do Pism

  • Sonetos líricos e satíricos: Gregório de Matos
  • Cartas Chilenas – Banquete do Palácio – Tomás Antônio Gonzaga
  • Memórias de um Sargento de Milícias – Manoel Antônio de Almeida
  • Capitães da Areia – Jorge Amado

Módulo II do Pism

  • Camões
  • Bocage Lírico e Satírico
  • Gonçalves Dias
  • Castro Alves
  • O Crime do Padre Amaro - Eça de Queirós
  • Contos: À procura de uma dignidade e Feliz Aniversário - Clarice Lispector

Módulo III do Pism

  • Incidente em Antares - Érico Veríssimo
  • Literatura de dois gumes (ensaio) - Antônio Cândido
  • O conto da Ilha Desconhecida - José Saramago
  • Morte e Vida Severina - João Cabral de Melo Neto

Vestibular

  • Helena - Machado de Assis
  • Lira dos Vinte Anos - Álvares de Azevedo
  • Antologia de Crônicas - Org. Herberto Sales
  • O menino do engenho - José Lins do Rego
  • Antologia de Contos Brasileiros - Org. Herberto Sales
  • Sentimento do mundo - Carlos Drummond de Andrade
  • Civilização e Singularidades de uma rapariga loira (contos) - Eça de Queirós
  • Incidente em Antares - Érico Veríssimo
  • Literatura de dois gumes (ensaio) - Antônio Cândido
  • O conto da Ilha Desconhecida - José Saramago
  • Morte e Vida Severina - João Cabral de Melo Neto

Para ver a lista completa clique aqui.

*Renata Solano é estudante de Comunicação Social na UFJF

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.