Juiz de Fora - MG

Sexta-feira, 1 de outubro de 2010, atualizada às 13h

Pesquisa releva Aécio e Itamar como preferência dos eleitores mineiros

Aline Furtado
Repórter

Pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 1º de outubro, encomendada pela DataTempo/CP2, confirma que, segundo intenções de votos do eleitorado mineiro, os candidatos Aécio Neves (PSDB) e Itamar Franco (PPS) deverão ser eleitos senadores na votação do próximo domingo, dia 3.

De acordo com o levantamento, a diferença entre o ex-presidente da República e o candidato Fernando Pimentel (PT) aumentou. O petista aparece como terceiro colocado no pleito de Minas Gerais. A pesquisa aponta que o candidato tucano segue liderando, com 70,20% das intenções de votos. Depois, vem Itamar, com 46,20%. Já o ex-prefeito de Belo Horizonte, Pimentel, é o preferido de 36,10%. A margem de erro é de 2,16 pontos percentuais para mais ou para menos.

A atual margem de dez pontos entre o ex-presidente e o petista já foi menor, visto que no levantamento publicado na última terça-feira, dia 28 de setembro, a diferença era de 8,6 pontos. Na pesquisa do dia 23, o ex-presidente aparecia com 40,30%, passando para 43,60% no dia 28. Já Pimentel passou de 34,10% para 35%. Os números demonstram que enquanto o primeiro cresce cerca de dois pontos a cada rodada, o segundo sobe cerca de um ponto.

Primeira e segunda opções

Os líderes na soma dos votos lideram, cada um, os cenários de primeira e segunda opções para senador. Já Pimentel é o segundo mais votado em ambos. Aécio vence como a primeira escolha do eleitor mineiro, com 61,99% das intenções de voto, seguido pelo petista, com 15,16%, e por Itamar, com 8,72%.

Na sondagem para segunda opção, em que o ex-presidente lidera com 37,48%, chama a atenção a grande massa de entrevistados que se diz indecisa, 21,79%. Nesse cenário, Pimentel aparece com 20,97%, e Aécio tem 8,23%.

Decisão sobre deputados no momento da votação

A pesquisa revela, ainda, que o número de eleitores que dizem não saber em quem votar para deputado está sendo reduzido. Isso demonstra que as opções para a Câmara Federal e para a Assembleia Legislativa só serão definidas em cima da hora.

Um total de 43,87% dos entrevistados afirmaram que não sabem em quem vão votar para federal ou não responderam. No caso da escolha para deputado estadual, o índice de indecisos é um pouco maior, 47,31%.

Na pesquisa mais recente, publicada na última terça-feira, 28, os eleitores que disseram não ter definido o voto para federal eram 50,99%, e aqueles que estavam indecisos sobre a opção para estadual eram 54,49%. A margem de erro é de 2,16 pontos para mais ou para menos.

Os entrevistados que declararam desconhecer as opções para federal passaram de 9,54%, no último dia 23, para 8,72%. Na disputa para a Assembleia, o índice de desconhecimento passou de 9,16% dos entrevistados para 9,35%. Já os eleitores que declararam que votarão nulo são 3,29% para a Câmara dos Deputados e 3,39% para a Assembleia.

Favoritos

Os nomes de alguns candidatos se mantêm em destaque na pesquisa. Para a Câmara, o parlamentar Lael Varella (DEM) segue como mais citado, por 2,52% dos entrevistados. O estadual Weliton Prado (PT) está em segundo, mencionado por 1,36%. O terceiro é o federal Alexandre Silveira (PPS), com 1,16%, seguido do ex-governador Newton Cardoso (PMDB), com 1,11%. O ex-prefeito de Betim, Carlaile Pedrosa (PSDB), e o federal Jaiminho Martins (PR) foram citados por 1,07%.

Para deputado estadual, o mais citado é o ex-jogador Marques (PTB), que aparece com 1,36%. Ele é seguido do federal Elismar Prado (PT), preferido de 0,92%. Doutor Viana (DEM), que já é parlamentar, tem 0,77%. Os também estaduais Gustavo Corrêa (DEM) e Paulo Guedes (PT) têm 0,73%.

Federais mais citados

DEM: Lael Varella, Carlos Melles e João Bittar
PDT: Ademir Camilo, Dr. Mário Heringer e Zé Silva
PMDB: Newton Cardoso, Antônio Andrade e Leonardo Quintão
PP: Toninho Pinheiro, Dimas Fabiano e Marcio Reinaldo
PPS: Alexandre Silveira, Humberto Souto e Geraldo Thadeu
PR: Jaiminho Martins, Bilac Pinto e Diego Andrade
PSB: Júlio Delgado e Carlos Alberto
PSDB: Carlaile Pedrosa, Rodrigo de Castro e Marcus Pestana
PT: Weliton Prado, Margarida Salomão, Miguel Corrêa e Reginaldo Lopes
PTB: Eros Biondini, Renzo Braz e Dr. Augusto
PV: Fabinho Ramalho, Raul Belém e Reinaldo Lima

Estaduais mais citados

DEM: Doutor Viana, Gustavo Correa e Gustavo Valadares
PDT: Gustavo Perrella, Sgto. Rodrigues e Tenente Lúcio
PMDB: Tadeuzinho, Bruno Siqueira, Alexandre Maia e Cici
PP: Pinduca e Gil Pereira
PPS: Valdir do Táxi, Neider Moreira e Luzia Ferreira
PR: Zé do Nô, Jose Orlando e Deiró Marra
PSB: Wander Borges, Romão, Fernando Moraes e Sergio Mendes
PSDB: Dinis Pinheiro, Carlos Mosconi, Mourão e Reminho Aloise
PT: Elismar Prado, Paulo Guedes e Denilson Martins
PTB: Marques, Dilzon Melo e Bráulio Braz
PV: Rosângela Reis, Inácio Franco, Dr. Herly, Juarez Távora, Rômulo Veneroso e Tiago Ulisses 

Os textos são revisados por Thaísa Hosken

Conteúdo Recomendado

Comentários

Ao postar comentários o internauta concorda com os termos de uso e responsabilidade do site.