SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Constantemente criticados, em especial na comparação com outros elencos, como os de Flamengo e Atlético-MG, os reservas do Palmeiras defendem um bom retrospecto na temporada e no Campeonato Brasileiro.

Os suplentes participaram diretamente de 18 dos 44 gols do Palmeiras no Campeonato Brasileiro, com nove assistência e nove bolas na rede: 40,9% do total.

Na temporada, a participação é ainda maior, chegando a 47% dos 116 gols do time, com 27 gols e 28 assistências, totalizando 55.

Vale porém uma ressalva: os números anuais são puxados para cima principalmente por causa de dois jogadores em especial. Rafael Navarro fez sete gols na Libertadores. E Gabriel Veron, que já deixou o clube, fez seis assistências na temporada.

UM ALENTO PARA ABEL FERREIRA

A notícia para o palmeirense é muito boa, levando em conta que o time alviverde não terá cinco dos seu titulares contra o Atlético-MG, pelo Nacional, em Belo Horizonte:

Weverton estará com a seleção brasileira. Gómez, Zé Rafael e Danilo estão suspensos. E Veiga recupera-se de cirurgia no tornozelo direito.

Para piorar a situação de Abel Ferreira, Gabriel Menino, o reserva imediato de Danilo na cabeça de área, também está suspenso por acúmulo de cartões amarelos.

Desse modo, um time que se desenha para encarar o Atlético-MG é Lomba; Mayke, Luan, Murilo e Piquerez; Fabinho, Atuesta, Tabata e Scarpa; Dudu e Rony.

Vale lembrar, por fim, que reservas fizeram os gols dos títulos das duas conquistas recentes na Copa Libertadores: Breno Lopes, em 2020, e Deyverson, em 2021, como nenhum palmeirense jamais vai se esquecer.

GOLS DE RESERVAS NO ANO: 27

Rafael Navarro (7); Breno Lopes (4); Wesley (3); Gabriel Menino, Gabriel Veron, Merentiel e Luan (2); Mayke, Jailson, Atuesta, José López e Deyverson (1).

ASSISTÊNCIAS DE RESERVAS NO ANO: 28

Gabriel Veron (6); Wesley (5); Mayke (4); Rafael Navarro (3); Atuesta, Luan e Breno Lopes (2); Kuscevic, Vanderlan, Patrick de Paula, Jailson e Gabriel Menino (1)