SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Di María classificou como injusta a derrota da Argentina para a Arábia Saudita na estreia da Copa do Mundo do Qatar, nesta terça-feira (22), no estádio Lusail Iconic. O jogador da Juventus destacou a série de gols argentinos anulados por impedimento e disse que o time sul-americano poderia ter vencido por 5 a 0.

"Os nossos lances de impedimento foram sempre por muito pouco. Podíamos ter vencido por 5 a 0 tranquilamente. Trabalhamos para isso. Eles chegaram duas ou três vezes e fizeram os gols", lamentou o meia-atacante, que também falou sobre a derrota e a expectativa para o próximo compromisso.

"São coisas que podem acontecer em qualquer momento. Agora vem o México e espero que a gente consiga os três pontos", complementou.

Depois de Messi abrir o placar de pênalti aos 10min, a Argentina aproveitou a linha alta defensiva da Arábia Saudita e voltou a balançar as redes outras três vezes no primeiro tempo, com Messi de novo e Lautaro Martínez, duas vezes. Em todas elas, foi marcado o impedimento.

Em dois gols, o sistema de impedimento semiautomático trabalhou rápido e não demorou para anular as jogadas. Mas o golaço de Lautaro com cavadinha, aos 26min, gerou apreensão na torcida argentina. Foram alguns segundos até o árbitro de vídeo usar a tecnologia para confirmar a posição irregular do argentino.

Quem vai marcar mais gols na Copa do Mundo do Qatar? Vote!Na segunda rodada do grupo C, marcada para o próximo sábado (26), o time de Lionel Messi mede forças com os mexicanos, às 16h. novamente no estádio Lusail Iconic.