SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Apesar da goleada por 4 a 1 sobre a Austrália na estreia da Copa do Mundo do Qatar, a França recebeu mais uma notícia ruim nesta terça-feira (22): o lateral-esquerdo Lucas Hernandez, que saiu de campo mancando após uma pancada no joelho ainda primeiro tempo, pode ser mais um cortado dos "Bleus" para o Mundial.

Ao menos é o que indica a projeção pessimista do técnico Didier Deschamps e de jogadores do elenco após a partida. Lucas Hernandez deve passar por exames nas próximas horas para detectar a gravidade da lesão. A "RMC Sport" informou que a suspeita é de ruptura do ligamento cruzado do joelho direito.

"Ele tem que fazer testes, mas parece muito sério para mim. Terá que ser confirmado de qualquer maneira, mas inevitavelmente é a grande notícia ruim desta noite", afirmou o treinador, em entrevista à TF1.

Nomes como Giroud, autor de dois gols na partida, e Lloris também comentaram sobre a lesão de Hernandez após o jogo.

"Pensamos muito nele. Gostaria de dedicar este jogo para ele, porque estamos a perder mais um colega na competição", comentou o camisa 9.

"É uma ação inofensiva em uma perda de apoio. O joelho foi afetado. Acho que neste momento podemos nos preparar da melhor maneira possível, não controlamos tudo durante as partidas. É uma grande perda, humanamente e até mesmo para o time. Lucas tem um papel muito importante para o time. É mais um golpe, mas vamos seguir em frente. Theo está de volta e fez uma boa atuação, pode contar com todos. Nunca é fácil ver um companheiro de equipe sair do campo e geralmente você sabe na hora se é sério ou não", completou o goleiro.

Lucas Hernandez sentiu a lesão no lance do gol da Austrália, marcado aos oito minutos do primeiro tempo. Ele foi substituído pelo irmão, Théo Hernandez. Vale lembrar que a França não pode mais fazer alterações na lista de convocados. Deschamps tem convivido com lesões e já teve de cortar Benzema e Nkuku, além de não ter nomes como Kimpembe, Pogba, Kanté e Maignan à disposição.

Com a vitória, os franceses terminam a primeira rodada na liderança do Grupo D, com três pontos, enquanto a Austrália começa na lanterna, com zero. Dinamarca e Tunísia, que mais cedo empataram sem gols, dividem a segunda e terceira colocações, com um ponto cada.

A próxima rodada do Grupo D será disputada no sábado (26). A Austrália enfrenta a Tunísia, às 7h (de Brasília), enquanto a França joga contra a Dinamarca, às 13h (também de Brasília).