SÃO PAULO, SP (UOL - FOLHAPRESS) - Depois de estrearem na Copa do Mundo com vitória sobre a Sérvia por 2 a 0, nesta quinta-feira (24), os jogadores da seleção brasileira vão se reunir com familiares para um jantar no hotel qual a delegação está concentrada em Doha, no Qatar.

Essa é uma medida de aproximação entre jogadores e parentes que a comissão técnica avalia que pode se tornar uma rotina ao longo do Mundial.

No horário local, a partida terminou por volta de meia-noite e até a delegação sair do estádio, cumprindo o protocolo de banho, zona mista e entrevista coletiva, a previsão extrapola 1h.

Isso não é visto como um problema para realizar os jantares com familiares porque o nível de adrenalina nas madrugadas pós-partidas já são altos e os jogadores demoram para dormir de qualquer forma.

O jantar coloca os familiares na rotina da seleção após dois dias de ausência. Eles não apareceram no treino fechado de terça-feira (22) e nem no treino de véspera do jogo, evento Fifa que ficou aberto para imprensa por apenas 15 minutos.

O treino da seleção nesta sexta-feira (25) está marcado para as 17h (11h, de Brasília). Normalmente, a atividade é regenerativo para quem atuou os 90 minutos completos ou a maior parte do jogo. Os reservas fazem um trabalho mais leve no campo.